Coronavírus

Vacinação em Curitiba: Saiba quando e onde se vacinar

Aplicativo Saúde Já irá orientar população durante as fases da vacinação

Carol
Carol Machado da equipe de estágio RIC Mais, sob supervisão de Guilherme Becker com informações da Prefeitura de Curitiba
Vacinação em Curitiba: Saiba quando e onde se vacinar
(FOTO: AGÊNCIA BRASIL)

19 de janeiro de 2021 - 10:57 - Atualizado em 19 de janeiro de 2021 - 10:57

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no domingo (17) o uso emergencial para duas vacinas: CoronaVac (Instituto Butantan) e AstraZeneca (Fiocruz). E a capital paranaense já recebeu 120 mil doses da CoronaVac para imunizar a população. Para não restar dúvidas, saiba como será a vacinação em Curitiba.

A Prefeitura de Curitiba deverá iniciar a vacinação nesta quarta-feira, 20 de janeiro. A imunização vai ocorrer de forma gradativa, por fases, e de acordo com a disponibilidade da vacina, até atingir toda a população.

O Plano Municipal de Vacinação da cidade segue as orientações do Ministério da Saúde, e conta com cinco fases, priorizando por ordem de atendimento a população mais vulnerável e exposta ao risco de contaminação do novo coronavírus.

Nesta segunda-feira (18) foi realizada a vacinação de oito profissionais da saúde de Curitiba.

Primeira fase da vacina contra o coronavírus:

  • Profissionais de saúde que trabalham ou moram em Curitiba;
  • idosos que moram em instituições de longa permanência (asilos);
  • indígenas da aldeia Kakané-Porã;
  • agentes funerários;
  • equipes da FAS;
  • Guarda Municipal;
  • estudantes de cursos de saúde que fazem estágios na área.

Segunda fase da vacina contra o coronavírus:

  • Idosos acamados;
  • pessoas acima 80 anos;
  • pessoas entre 79 e 75 anos, de 74 a 70, de 69 a 65 e de 64 a 60;
  • funcionários e população privada de liberdade.

Terceira fase da vacina contra o coronavírus:

  • Cardiopatas graves;
  • diabéticos;
  • hipertensos;
  • obesos;
  • doentes neurológicos;
  • pessoas com deficiências permanentes severas;
  • pessoas com neoplasias;
  • imunossuprimido;
  • transplantados;
  • população de rua.

Quarta fase da vacina contra o coronavírus:

  • Trabalhadores essenciais, como os de limpeza pública, segurança pública, motoristas e cobradores, professores, taxistas e motoristas de aplicativos.

Quinta fase da vacina contra o coronavírus:

  • Grupos não prioritários, como a população com menos de 60 anos, seguindo a ordem de idade, dos mais velhos para os mais jovens.

Vacinação em Curitiba: aplicativo Saúde Já orientará população

Por se tratar de uma pandemia e de uma vacina nova, nesta primeira fase as vacinas serão aplicadas no Centro de Imunização (Pavilhão da Cura), no Parque Barigui.

O local conta com todas as condições de segurança e controle para vacinação. Como nesta primeira etapa serão vacinados profissionais da saúde que estão na linha de frente da covid, a Secretaria Municipal da Saúde optou em centralizar a vacinação num local que ofereça e espaço suficiente para distanciamento social, sem aglomerações. Isso evitará a circulação de pessoas em Unidades de Saúde nesse momento ainda crítico da pandemia. Na sequência, a estrutura que será usada para os grupos subsequentes será amplamente divulgada.

Todas as pessoas dos demais grupos receberão a informação do dia e horário da vacina pelo aplicativo Saúde Já. Portanto, não é necessário se direcionar a sua Unidade de Saúde.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.