Coronavírus

Surto de coronavírus é registrado em Centro de Reintegração de Londrina

Mais de 80 presos testaram positivo para a Covid-19. A unidade abriga 300 detentos.

André
André Justus colaboração Guilherme Batista
Surto de coronavírus é registrado em Centro de Reintegração de Londrina
Imagem: Reprodução/Pexels

28 de agosto de 2020 - 17:13 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 17:14

O Centro de Reintegração Social de Londrina (Creslon), no norte do Paraná, registrou um surto de coronavírus nesta semana. 82 detentos que cumprem pena em regime semi-aberto foram diagnosticados com o vírus.

De acordo com o coordenador regional do Departamento Penitenciário (Depen), Reginaldo Peixoto, a maioria dos casos é assintomático, com sintomas leves. O surto foi identificado depois que um preso que estava há 50 dias na unidade teve febre.

“Nenhum [preso] precisou ser internado. O único sintoma mais grave foi febre, mas controlável. Nosso corpo de enfermagem está dando todo o tratamento”, comenta.

Peixoto explicou que a entrada de novos presos está temporariamente suspensa. Todos os exames de coronavírus que faltam devem ficar prontos na próxima segunda-feira (31).

A unidade é destinada aos detentos que cumprem pena em regime semi-aberto. Por conta da pandemia, os presos estavam proibidos de sair para trabalhar.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.