Coronavírus

“Sorriso cativante e acolhedor”: comunidade da UFPR lamenta morte de colaborador por Covid-19

Seu Luiz, como era conhecido na universidade, deixa esposa, três filhas e três netos

Rodrigo
Rodrigo Sigmura / Editor-Chefe
“Sorriso cativante e acolhedor”: comunidade da UFPR lamenta morte de colaborador por Covid-19
(Foto: Reprodução/UFPR)

15 de maio de 2021 - 16:09 - Atualizado em 15 de maio de 2021 - 16:09

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) anunciou nesta sexta-feira (14) a morte do colaborador terceirizado Luiz Carlos Ferraz. Ele tinha 66 anos e faleceu na última terça-feira (11) após complicações envolvendo a Covid-19.

“Seu Luiz”, como era conhecido pela comunidade da instituição de ensino, trabalhava como porteiro no Setor de Ciências Biológicas desde 1993 e atuou até o início da pandemia, em 2020. 

Segundo nota da UFPR, o colaborador conhecia todos pelo nome e muitos o procuravam por saber ele conhecia o cardápio do Restaurante Universitário de cor.

“Sempre tinha uma palavra amiga, além de entregar balas aos mais próximos quando chegavam ao Setor. Atento e fiel à sua função, era tido por todos como um porteiro exemplar, pois observava atentamente quem entrava no prédio e se preocupava com a manutenção da infraestrutura, informando aos responsáveis qualquer anormalidade que notasse durante a sua jornada de trabalho”,

diz a nota da instituição.

Luiz recebeu uma homenagem pelos serviços prestados em 2015. Na época, afirmou: “Eu me sinto orgulhoso, pois não é só o financeiro que conta. Aqui foi minha segunda casa e me sinto muito bem, com a certeza do dever cumprido.”

O site do Programa da Pós Graduação em Genética da UFPR também divulgou nota de pesar pela morte do funcionário, em que disse: “O sorriso sempre cativante e acolhedor do Sr. Luiz deixou-nos muitas lições sobre amizade, profissionalismo, ética e humanidade. De fácil convívio e portador de refinada educação, Sr. Luiz contribuiu direta e indiretamente na formação e amadurecimento de inúmeros mestres e doutores titulados em nosso programa, ofereceu palavras de ânimo e nutriu com carinho quase que familiar muitos de nossos alunos que se veem longe de suas famílias durante os longos períodos que permanecem no setor de Ciências Biológicas.”

Nas redes sociais, estudantes também lamentaram a perda. Confira:

Seu Luiz deixa esposa, três filhas e três netos. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.