Coronavírus

Sistema de saúde em Curitiba colapsou; não há mais UTIs e leitos clínicos disponíveis

Capital agora depende que haja vagas em outros hospitais da RMC ou interior do estado.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Prefeitura de Curitiba
Sistema de saúde em Curitiba colapsou; não há mais UTIs e leitos clínicos disponíveis
Foto: 11/03/2021 REUTERS/Diego Vara/Hospital lotado em Porto Alegre

18 de março de 2021 - 19:09 - Atualizado em 18 de março de 2021 - 19:09

A prefeitura de Curitiba informou que, nesta quinta-feira (18), todos os leitos clínicos e de UTI COVID do SUS na cidade estão lotados. Os 479 leitos de UTI estão 100% ocupados e os 860 leitos clínicos chegam a 101% de ocupação. Não há mais como internar ninguém com COVID na capital.

Nesta quinta-feira (18), houve a ativação de dez leitos de enfermaria covid-19 no Hospital São Vicente, mas que estão incluídos na estatística e já estão cheios.

Números COVID em Curitiba

Curitiba registrou, nesta quinta-feira (18), 914 novos casos de covid-19 e 44 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. Trinta e três desses óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.

As novas vítimas são 22 homens e 22 mulheres, com idades entre 36 e 92 anos. Quatro não tinham fator de risco para complicações da covid-19.

Até agora são 3.381 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 161.967 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 144.623 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 13.963 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.