Coronavírus

Presidente do Coritiba, Renato Follador morre vítima da Covid-19

Internado na UTI desde o início do mês, dirigente teve complicações após infecção

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Presidente do Coritiba, Renato Follador morre vítima da Covid-19
(Créditos: Divulgação/Coritiba)

3 de julho de 2021 - 22:00 - Atualizado em 3 de julho de 2021 - 22:25

O presidente do Coritiba, Renato Follador Junior, de 67 anos, morreu neste sábado (3), vítima da Covid-19. Ele foi internado no dia 1º de junho e, três dias depois, precisou ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e não resistiu às complicações da doença.

Segundo boletins médicos divulgados pelo hospital, no dia 07 de junho, Follador encontrava-se em terapia de oxigênio, mas com quadro clínico estável, estando acordado e orientado. No dia 11, apresentou arritmia cardíaca controlado com medidas clínicas, mas no dia seguinte teve piora no quadro e precisou ser intubado e sedado.

Uma semana depois, um novo boletim informou que Renato Follador estava tratando uma infecção pulmonar bacteriana associada à covid-19. No dia 21, o quadro clínico passou para estado grave com a necessidade de instalação e ECMO.

Coritiba

Após uma eleição conturbada, com datas alteradas várias vezes, a chapa Coritiba Ideal liderada por Renato Follador foi eleita no final de dezembro de 2020 com 75,77% dos votos, vencendo o então presidente Samir Namur (Coritiba Responsável) e João Carlos Vialle (União Coxa.)

Follador foi eleito para o triênio 2021/23 e prometeu várias mudanças no clube, que na época estava prestes a ser rebaixado para a Série B, o que veio a se confirmar. Pré-candidato desde 2019, ele já havia participado da gestão de Rogério Bacellar em 2015/17, como consultor financeiro.

Além disso, a história do dirigente com o Coxa é antiga, ele é filho do ídolo alviverde, Renatinho, atleta campeão nos anos 40 e 50. E ele também vestiu a camiseta coxa-branca como jogador profissional na década de 70.

Trajetória

Renato Follador também fez carreira fora do esporte. Formado em Engenharia Civil e Administração, também tem especialização em Barcelona com foco na Alta Direção de Empresas. Além disso, trabalhou como consultor em previdência por mais de 30 anos.

No governo de Jaime Lerner, foi secretário de Previdência do Estado do Paraná, sendo responsável pela criação de diversos Fundos de Pensão como o Paraná Previdência, a Fibra-Itaipu Binacional e o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.