Coronavírus

Paciente internado em Juiz de Fora tem variante indiana do coronavírus confirmada

Na quarta-feira, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou o primeiro caso confirmado de um brasileiro com a variante indiana

Reuters
Reuters
Paciente internado em Juiz de Fora tem variante indiana do coronavírus confirmada
Covid-19

28 de maio de 2021 - 10:01 - Atualizado em 28 de maio de 2021 - 10:24

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) – Um paciente de Covid-19 internado na cidade de Juiz de Fora (MG) teve confirmada infecção pela variante indiana do novo coronavírus, informou a prefeitura da cidade nesta sexta-feira (28), o segundo caso de um brasileiro com a linhagem mais transmissível do vírus após retornar do país asiático.

“A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora foi notificada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais (CIEVS) de que o resultado do sequenciamento genético do paciente internado na Santa Casa de Misericórdia testou positivo para a variante indiana do novo coronavírus”, informou a prefeitura em nota.

De acordo com o comunicado, o paciente encontra-se isolado dentro do hospital e todas as medidas e protocolos de segurança sanitária foram colocados em prática assim que os primeiros sintomas foram apresentados e o homem foi submetido a teste de Covid-19.

Assim como no outro caso de um brasileiro confirmado com a variante indiana, o paciente de Juiz de Fora também contraiu o vírus no exterior e desembarcou no Brasil pelo aeroporto internacional de Garulhos (SP).

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ele apresentou teste de Covid-19 com resultado negativo realizado nas 72 horas anteriores ao embarque, sendo autorizado a deixar o aeroporto após o desembarque.

Ele então viajou para Juiz de Fora por meio de um veículo fretado pela empresa para a qual trabalha, segundo a Anvisa.

Um novo exame realizado já em Juiz de Fora, após a apresentação dos sintomas, teve resultado positivo.

“Ao ser informada do caso, a Anvisa imediatamente disparou alertas ao Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) nacional, Cievs estaduais de São Paulo e Minas Gerais, bem como à Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora, para que os contactantes em todo o trajeto e familiares pudessem ser colocados em monitoramento”, disse a Anvisa em nota.

Na quarta-feira, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo confirmou o primeiro caso confirmado de um brasileiro com a variante indiana, em um brasileiro proveniente da Índia que desembarcou em Garulhos e seguiu para o Rio de Janeiro, onde mora na cidade de Campos dos Goytacazes.

A variante indiana é considerada mais transmissível do que a forma tradicional do vírus e tem sido apontada como responsável por uma explosão de casos de Covid-19 na Índia recentemente, que transformou o país asiático no novo epicentro da pandemia.

Além dos dois casos de brasileiros que estiveram na Índia, tripulantes de um navio indiano que chegou ao Maranhão foram diagnosticados na semana passada com a linhagem do vírus originada no país asiático.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.