Coronavírus

Novo auxílio emergencial será discutido nesta semana

Benefício deve atender aproximadamente 40 milhões de brasileiros, incluindo os do Bolsa Família

Carol
Carol Machado da equipe de estágio sob supervisão de Guilherme Barchik com informações do portal R7
Novo auxílio emergencial será discutido nesta semana
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

1 de março de 2021 - 08:53 - Atualizado em 1 de março de 2021 - 08:53

A proposta do novo auxilio emergencial está atrasada e deveria ter sido finalizada. Agora, a PEC (proposta de Emenda à constituição) emergencial voltará a ser pautada nesta terça-feira (2) no Senado federal, a previsão da votação é para esta quarta-feira (3).

O novo auxílio emergencial deve atender aproximadamente 40 milhões de brasileiros, incluindo os do Bolsa Família.

A PEC Emergencial seria votada ainda em fevereiro, no dia 25, mas foi adiada após mobilização da oposição contra os trechos da emenda que previam a retirada dos valores mínimos a serem gastos com as áreas de saúde e educação pela União, estados e municípios.

Caso a proposta seja aprovada pelo Senado, a PEC Emergencial começará a tramitar na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania), que irá analisar a legalidade da proposta. Com a aprovação da CCJ, o texto terá seu mérito analisado por uma comissão especial.

Depois, a proposta passa pelo plenário da Câmara dos Deputados, com a aprovação dependendo de votos favoráveis. Caso a proposta aprovada pelo Senado seja aprovada pela Câmara sem mudanças, o texto poderá ser publicado oficialmente.

Tudo sobre o novo auxílio emergencial

O valor do novo auxílio emergencial deve ficar entre R$ 250,00 e R$ 300 e o número de parcelas deve ser de três ou quatro. Ambas as informações ainda devem ser decididas nesta semana.

pagamento do novo auxílio emergencial deverá ser feito de março à junho de 2021.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.