Coronavírus

“Não há colapso”, diz Greca sobre sistema de saúde de Curitiba

Nesta quinta-feira (24), 83% dos 223 leitos de UTI do SUS exclusivos para a Covid-19 estavam ocupados em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da SMCS
“Não há colapso”, diz Greca sobre sistema de saúde de Curitiba
(Foto: Ricardo Marajó / SMCS)

25 de junho de 2020 - 17:20 - Atualizado em 25 de junho de 2020 - 17:20

Nesta quinta-feira (25), o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), disse que não há colapso no sistema de saúde da capital paranaense.

“Não há colapso no nosso sistema de saúde, pois estamos preparando nossa sólida rede hospitalar para atender com uma medicina de qualidade os pacientes que precisarem. Mas volto a repetir, nada disso vai dar conta da pandemia se a população não colaborar”, afirmou.

De acordo com informações do boletim epidemiológico da prefeitura, até a quinta-feira (24), 83% dos 223 leitos de UTI do SUS exclusivos para a Covid-19 estavam ocupados em Curitiba. São 184 pessoas.

De acordo com a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, a rede hospitalar de Curitiba é robusta, uma das melhores do país. Ela reforça que não há falta de leitos. “A doença atinge a todos indiscriminadamente e nós não sabemos quem será o caso leve, moderado ou grave”, diz. “Não houve falta de leitos de UTI para os pacientes que morreram. As pessoas tiveram assistência, internamento, medicamento. Mesmo com acesso a tratamento adequado, a letalidade é grande”, completa.

Reforço

Curitiba terá mais um hospital para atendimento exclusivo de pacientes de Covid-19. O Instituto de Medicina, no Alto da XV, será reaberto em julho pela Prefeitura de Curitiba, com 110 leitos, sendo 50 de UTI e 60 clínicos (para casos menos graves).

O hospital será administrado pela Santa Casa de Curitiba, por meio de contrato temporário, por três meses, podendo ser prorrogado conforme a demanda.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.