Coronavírus

Médica grávida com covid-19 morre horas após ser submetida a parto de emergência

O bebê sobreviveu

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Médica grávida com covid-19 morre horas após ser submetida a parto de emergência
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

8 de abril de 2021 - 09:46 - Atualizado em 8 de abril de 2021 - 09:46

Mais uma grávida morreu devido a complicações da covid-19. Nesta terça-feira (6), Cibele Bento Rodrigues, de 38 anos, não resistiu após sofrer uma parada cardíaca, poucas horas depois de realizar um parto de emergência. A mulher era médica e havia sido contaminada após um surto da doença na família.

De acordo com familiares, pelo menos outros sete parentes, incluindo os pais da médica, foram contaminados pela covid-19. Nesta segunda-feira (5), após sentir desconforto e preocupada que algo pudesse acontecer com o bebê, a mulher procurou atendimento com um médico particular em Barra do Garças, em Mato Grosso.

De imediato a mulher foi encaminhada para um Pronto Atendimento. Após ficar em observação, os médicos optaram pelo parto de emergência durante a madrugada de terça-feira (6). O bebê foi salvo e transferido de avião para Goiânia, já a mãe da criança foi levada com urgência para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Poucas horas depois do parto, sem nem mesmo conhecer o filho, a médica sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. A mulher era moradora da cidade de Ribeirãozinho e há pouco tempo havia participado do Programa Mais Médico em Porangatu, Goiás, e Galinhos, no Rio Grande do Norte. 

Cibele é filha de um ex-vereador da região. A família e toda região onde morava está comovida com a fatalidade.

Coronavírus em Mato Grosso

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), 319.978 pessoas já foram infectadas pela doença em Mato Grosso, sendo que 8.234 morreram. Além disso, a taxa de ocupação das UTIs é superior a 98%.