Coronavírus

Londrina mantém suspensão das aulas presenciais; festas também continuam proibidas

O ensino público mantém o ensino remoto até dia 30 de junho, enquanto comemorações e churrascos não estão autorizados até 27 de junho

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do N.Com
Londrina mantém suspensão das aulas presenciais; festas também continuam proibidas
Foto: Emerson Dias/N.Com

15 de junho de 2021 - 08:48 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 08:48

No final da tarde de segunda-feira (14), a prefeitura de Londrina prorrogou duas medias de decretos municipais: a suspensão das aulas presenciais e proibição de festas. O ensino público mantém o ensino remoto até dia 30 de junho, enquanto comemorações e churrascos não estão autorizados até 27 de junho. As duas ações visam diminuir os números de contágio da covid-19 na cidade.

Aulas do ensino público

decreto no 647/2021, que prorroga a suspensão das aulas presenciais, autoriza, entretanto, o atendimento pedagógico para seis alunos do P4 ao 5º ano, por sala de aula. Antes, eram permitidos até cinco estudantes por vez. O objetivo da alteração é que todos os alunos da rede municipal passem pelo atendimento presencial, pelo menos, uma vez na semana. Desta forma, as crianças podem apresentar as atividades escolares realizadas no decorrer da semana e tirar dúvidas com os professores.

Outra mudança trazida pelo novo decreto é quanto à carga horária em sala de aula presencial. A partir de agora, os estudantes permanecerão por três horas seguidas na escola e não mais uma hora e meia. Por conta disso, a forma como a merenda escolar será servida também foi redefinida pela Secretaria Municipal de Educação.

Festas, churrascos e comemorações

O decreto municipal n° 648 visa conter a aglomeração de pessoas nos espaços de uso comum ou coletivo. Também ficam proibidos encontros familiares, festas, churrascos, comemorações e outras atividades similares, com mais de 10 pessoas, ainda que em unidades privadas.

Em caso de descumprimento dessas regras, tanto o organizador como o proprietário do local são multados em R$ 10.000,00. Nos casos de reincidência, será cobrada em dobro. Há possibilidade de interdição do local de realização do evento.

Para fiscalização e autuação dos infratores, podem atuar a Secretaria Municipal de Fazenda; a Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde; Secretaria Municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal de Londrina; e Polícia Militar do Estado do Paraná.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.