Coronavírus

Casados há 63 anos, idosos morrem com duas horas de diferença vítimas da covid-19

Segundo a família do casal, a primeira a apresentar sintomas da doença foi Ana, mas ambos já realizaram o teste no dia 18 de janeiro

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações do portal TN Online
Casados há 63 anos, idosos morrem com duas horas de diferença vítimas da covid-19
Foto: reprodução arquivo pessoal

28 de janeiro de 2021 - 11:13 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 11:14

Casados há 63 anos, os idosos morreram vítimas da covid-19 com um intervalo de apenas duas horas nesta quarta-feira (27), em Apucarana, no norte do Paraná. Emídio Bianco, de 86 anos, e Ana Machado Bianco, de 84, foram internados com apenas um dia de diferença, no dia 22 e 23 de janeiro, respectivamente.

Idosos morrem com duas horas de diferença após complicações causadas pela covid-19

Segundo a família do casal, a primeira a apresentar sintomas da doença foi Ana, mas ambos já realizaram o teste no dia 18 de janeiro.

Com resultado positivo, o idoso foi o primeiro a passar mal e ser internado no dia 22, e Ana também precisou ser hospitalizada no dia seguinte (23).

Na manhã desta quarta (27), após ficarem quatro dias na UTI, a idosa veio a óbito por volta das 5h, e Emídio morreu logo em seguida, às 7h, duas horas depois da amada partir.

Foto: arquivo pessoal

Nas redes sociais, um dos sete filhos do casal postou uma mensagem lamentando a morte dos pais, enfatizando ainda que durante os 63 anos de casamento eles sempre permaneceram juntos. “Deus não quis separá-los”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.