Coronavírus

Idoso se desespera ao ver situação de hospital e foge com medo de ser intubado, no Paraná

Apresentador mandou um recado de força e esperança ao paciente

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações do repórter Fábio Guillen da RIC Record TV
Idoso se desespera ao ver situação de hospital e foge com medo de ser intubado, no Paraná
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

31 de março de 2021 - 08:30 - Atualizado em 31 de março de 2021 - 08:30

Um idoso entrou em desespero ao ver a situação de um hospital para tratamento de pacientes com coronavírus na cidade de Campo Mourão, na região Centro-Oeste do Paraná. O homem, que foi transferido do município de Campina da Lagoa, fugiu logo que chegou no local. Com o teste positivo para a covid-19, o idoso teve uma crise e acabou se escondendo em uma praça da cidade.

De acordo com familiares, o idoso estava muito ansioso e com medo de ser intubado. Segundo a equipe médica, o homem necessita de acompanhamento na ala da enfermaria e por enquanto não há necessidade de intubação.

Entretanto, o homem ficou desesperado assim que chegou ao hospital durante a madrugada. Ao ver diversos pacientes com dificuldade de respiração e recebendo tratamento, o idoso fugiu e só foi encontrado por volta das 11h, sozinho em uma praça. Após verificar câmeras de segurança, as autoridades informaram que o idoso com covid-19 não teve contato com outras pessoas e ficou o tempo todo com a máscara de proteção.

Depois de ser encontrado, o paciente foi acalmado pela equipe médica e encaminhado novamente ao hospital.

Apresentador manda mensagem

Durante o relato do repórter Fábio Guillen, da RIC Record TV Maringá, o apresentador do Paraná no Ar, Guilherme Rivaroli, lembrou um caso recente de um paciente que foi flagrado correndo de um hospital de Londrina, também com medo da intubação.

Rivaroli destacou o momento crítico que o Brasil e o Paraná estão vivendo, o que leva todos a terem um sentimento de medo. Comovido com a história do idoso, o apresentador desejou uma excelente recuperação e mandou uma mensagem para o paciente.

“A situação está muito complicada. Ontem o Brasil bateu recorde de morte, Curitiba também. A situação não está nada fácil em relação ao coronavírus. Que agora ele fique, faça o tratamento, que ele se recupere. É o que a gente quer. Não é bandido, não é criminoso, não deve ser tratado assim, é mesmo uma crise enorme de ansiedade. Só quem já teve uma crise assim sabe do que eu estou falando. Fica bem, o senhor vai ficar bem, vamos dar boas notícias aqui. E se precisar ser intubado, que assim seja para o senhor se recuperar”,

declarou Rivaroli.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.