Coronavírus

Idosa de 95 anos recebe doses de vacinas diferentes contra covid, no Paraná

Foram aplicadas doses de laboratórios diferentes

Carol
Carol Machado / Produtora da equipe de estágio sob supervisão de Guilherme Becker com informações da RIC RECORD TV
Idosa de 95 anos recebe doses de vacinas diferentes contra covid, no Paraná
Imagem: RIC RECORD TV

12 de março de 2021 - 09:06 - Atualizado em 12 de março de 2021 - 09:06

Uma idosa de 95 anos recebeu doses de vacinas diferentes contra covid19. Na primeira dose ela recebeu a vacina Astrazenica já na segunda dose foi aplicada a CoronaVac. O caso ocorreu na cidade de Maringá, região norte do Paraná.

De acordo com informações da RIC REDCORD TV, Etelvina Bressan Rebelatto recebeu a primeira dose no dia 9 de fevereiro. O momento foi registrado em vídeo pela família.

Na segunda dose, que ocorreu no dia 9 de março, o erro foi constatado na carteira de vacinação.

“A gente ficou assustado e ela também ficou assustada”

Disse a neta.

Ana Paula, que é neta da idosa, disse que ligou para a secretária de saúde de Maringá para reclamar da situação. Ela foi comunicada que a avó não está devidamente imunizada.

“Eles disseram que ela não está imune, por ter tomado duas vacinas diferentes. Agora a gente não sabe se ela vai tomar a segunda dose e qual data”

Segundo a Prefeitura de Maringá, a idosa está sendo acompanhada pela secretária de saúde. E que tomou as medidas administrativas para verificar se houve falha humana ou se foi um erro de processos. E que agora irá organizar o sistema de tecnologia da informação para evitar que outros erros como este aconteçam. Além disso, informou que o caso foi comunicado ao Ministério da Saúde.

Ainda não há informações sobre os possíveis efeitos colaterais ao misturar as vacinas. Estudos ainda estão sendo realizados. Contudo, o Ministério da Saúde afirmou, ainda em 2020, que há risco de reações adversas para quem tomar doses de vacinas diferentes. Porém, ainda não há comprovações cientificas sobre o tema.