Coronavírus

Hospital Zona Sul de Londrina tem pronto-socorro e rede de oxigênio e gás comprimido ampliadas

A área do foi aumentada em 100 metros quadrados para evitar que pacientes permaneçam em macas no corredor enquanto estão em observação

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com AEN
Hospital Zona Sul de Londrina tem pronto-socorro e rede de oxigênio e gás comprimido ampliadas
Foto: Divulgação/SESA

27 de março de 2021 - 12:55 - Atualizado em 27 de março de 2021 - 12:56

O Hospital Zona Sul de Londrina (Hospital Dr. Eulalino Ignácio de Andrade/HZSL), que faz parte da rede de unidades próprias do Paraná passou por reforma e adequação para melhoria do atendimento aos pacientes que buscam pelos primeiros cuidados no pronto-socorro (PS). Entre as melhorias está a ampliação da rede de oxigênio e gás comprimido.

De acordo com o governo estadual, uma sala que era ocupada pelo setor administrativo foi realocada para dar mais espaço ao PS, ampliando a área em 100 metros quadrados. A reforma custou R$ 40 mil.“Inicialmente, pode parecer uma obra pequena, mas neste momento em que a crise provocada pela pandemia é gravíssima e ocupa leitos em todas as instituições, houve um olhar de respeito e atenção redobrada dos gestores e servidores do hospital percebendo que a readequação desta sala desafogaria a situação de macas no corredor do pronto-socorro no período em que o paciente está em observação. Assim que a Sesa recebeu este pedido do hospital a reforma foi autorizada”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Em 2021, o pronto-socorro do HZSL já fez mais de 5 mil atendimentos, incluindo casos de covid-19. “Com a pandemia, alguns ambientes tiveram de ser readequados para que o aumento exponencial do número de casos suspeitos ou confirmados da doença pudessem ser absorvidos, o que, trouxe enormes desafios à manutenção da assistência aos pacientes não acometidos pela pandemia”, explicou o diretor do HZS, Geraldo Junior Guilherme. “Mas nossa equipe multidisciplinar não está medindo esforços para alcançar o pleno restabelecimento da saúde de todos aqueles que buscam ajuda na instituição”, acrescentou o diretor.

COVID-19

O Hospital Universitário continua sendo de referência para atendimento aos pacientes com covid-19 na Região Norte. Desde o início de março, como apoio à rede estadual, os hospitais Zona Sul e Zona Norte de Londrina tiveram leitos clínicos abertos para o atendimento exclusivo.

O Hospital da Zona Norte teve 50 leitos clínicos ativados para atendimento Covid-19 e o Hospital da Zona Sul teve 30 leitos na mesma categoria.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.