Coronavírus

Grávida morre de covid-19 após ser infectada em chá de fraldas surpresa

O bebê sobreviveu, não está contaminado pelo novo coronavírus, mas segue internado

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações do R7
Grávida morre de covid-19 após ser infectada em chá de fraldas surpresa
Foto: Reprodução/Redes Sociais

26 de agosto de 2020 - 18:28 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 18:32

Uma mulher grávida morreu de covid-19 após ser infectada em seu próprio chá de fraldas em Anápolis, Goiás, na última segunda-feira (24). A professora Camila Graciano, de 31 anos, estava no oitavo mês gestacional e o bebê sobreviveu

Chá de fraldas surpresa

Segundo familiares de Camila, a festa foi surpresa e organizado por amigos e colegas de trabalho. A suspeita é que ela tenha contraído o novo coronavírus de uma amiga que estava assintomática e não sabia da doença

Inicialmente, ela sentiu apenas sintomas de gripe, no entanto, uma semana depois da festa precisou ser internada às pressas com falta de ar. Quatro dias depois, seu estado de saúde piorou, e Camila precisou ser transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e entubada, onde acabou falecendo. 

De acordo com o hospital, a professora apresentava comorbidades (hipertensão, diabetes gestacional e sobrepeso). 

Bebê foi salvo 

A criança sobreviveu graças a um parto de emergência. A menina nasceu prematura e permanece internada, com quadro estável, na UTI Neo-Natal da Santa Casa de Misericórdia. Conforme o centro médico, ela não está infectado com a Sars-Cov-2.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.