Coronavírus

Enfermeiras são flagradas fazendo falsas aplicações de vacinas em Cambé

Mesmo sendo filmadas, enfermeiras cometeram a fraude. Enfiaram a agulha no braço dos pacientes, mas não apertaram o êmbolo da seringa.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações da repórter Bruna Melo
Enfermeiras são flagradas fazendo falsas aplicações de vacinas em Cambé

9 de julho de 2021 - 17:10 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 17:56

Duas enfermeiras foram flagradas em Cambé, no norte do Paraná, fazendo falsas aplicações de vacina em dois casos distintos. Em ambos, elas enfiam a agulha da seringa no braço dos pacientes, mas não apertam o êmbolo.

Em um dos casos, onde a paciente foi até um dos postos vacinar, a enfermeira sabe que está sendo filmada e, mesmo em frente às câmeras, ela não aperta o êmbolo. Coloca o algodão na frente da agulha e o braço da frente da câmera, pra tentar disfarçar.. Mas a pessoa que filma desvia o braço da enfermeira, que claramente não aperta a seringa. A pessoa que está filmando ainda pergunta se ela não apertou o êmbolo.

A paciente que teve a falsa aplicação conversou com a repórter Bruna Melo, do portal RIC Mais. Josiane Oliveira, 40 anos, conta que seu esposo é quem a levou para vacinar e filmou tudo. Quando questionaram a não aplicação, a enfermeira tirou a seringa cheia de líquido ainda, da caixa de descarte. Então a enfermeira pegou outra e aplicou na paciente. Aí sim, foi feita a aplicação de verdade.

“Meu marido olhou e nesse segunda vez ela aplicou mesmo. Mas a enfermeira ficou tão nervosa que quase não conseguiu abrir a tampinha da seringa nessa segunda aplicação. … Me senti lesada, é um descaso com o ser humano. Se aconteceu comigo, pode acontecer com pessoas mais simples, que não tem conhecimento”,

disse Josiane.

Drive thru

No outro caso, o paciente foi de carro até um drive thru de vacina. Não é possível dizer se a enfermeira sabe que está sendo filmada, pois o paciente deixou o celular no painel do carro filmando. E acontece a mesma coisa. A enfermeira enfia a agulha, mas não aperta o êmbolo. Quando o paciente olha pra seringa após aplicação e percebe que ela ainda está cheia, questiona a enfermeira: “mas você não aplicou”. Sem graça, a enfermeira diz que se distraiu dando as explicações de cuidados pós vacina.

Assista às falsas aplicações:

O que diz a prefeitura

A prefeitura de Cambé disse que já afastou as duas enfermeiras e está abrindo sindicância para apurar o caso. Leia a nota na íntegra:

https://ricmais.com.br/noticias/coronavirus/

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.