Coronavírus

Em dois dias, Curitiba aplica 2.042 doses da Coronovac

Para a primeira fase de vacinação Curitiba recebeu 23.160 doses da Coronavac

Carol
Carol Machado / Estagiária da equipe de estágio RIC Mais, sob supervisão de Guilherme Becker com informações da Secretaria Municipal da Saúde
Em dois dias, Curitiba aplica 2.042 doses da Coronovac
Foto: RODRIGO FELIX LEAL/AEN

22 de janeiro de 2021 - 07:45 - Atualizado em 22 de janeiro de 2021 - 09:01

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba aplicou nesta quinta-feira (21) 1.235 doses da Coronovac, vacina que imuniza contra o novo coronavírus. Foram vacinados moradores, funcionários e cuidadores de 35 instituições de longa permanência e indígenas.

Com isso, o número total de imunizados no programa que teve início nesta quarta (20) chega a 2.042 moradores da capital.

Convocados pelo Saúde Já

De acordo com a SMS nenhum cidadão precisa procurar os serviços de saúde em busca da vacina. Toda a população será convocada, de acordo com o fluxo de vacinação, pelo aplicativo Saúde Já.

Para essa primeira fase de vacinação Curitiba recebeu 23.160 doses da Coronavac. O montante é referente às primeiras doses a serem aplicadas no público prioritário elencado pelo Plano Municipal de Imunização.

As vacinas para a segunda dose ficarão estocadas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e serão repassadas ao município nas próximas semanas, assim que encerrada a primeira rodada de vacinação.

Ao todo Curitiba deve receber nessa primeira etapa cerca 46.320 unidades de vacina, contando primeira e segunda dose. A primeira remessa deve contemplar 27,5% das 79.910 pessoas da primeira fase do plano municipal.

Grupos

A vacinação será feita em grupos distintos. Os grupos que estão sendo vacinados nesse momento ou que já foram vacinados são:

  • 250 profissionais da enfermagem que atuarão como vacinadores na campanha;
  • cerca de 6 mil moradores, funcionários e cuidadores das 127 instituições de longa permanência;
  • 93 indígenas aldeados da aldeia Kakané-Porã, na Regional Tatuquara;
  • cerca de 12 mil profissionais de saúde da linha de frente da pandemia em toda a cidade;
  • as equipes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu);
  • profissionais de serviços de remoção médica particulares.

Ao todo são cerca de 2.500 profissionais. Ainda não há uma data para a segunda fase da vacinação. O próximo grupo a ser vacinado será realiza para o seguinte grupo:

  • Idosos acamados;
  • pessoas acima 80 anos;
  • pessoas entre 79 e 75 anos, de 74 a 70, de 69 a 65 e de 64 a 60;
  • funcionários e população privada de liberdade.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.