Coronavírus

Doria pega Covid-19 pela 2° vez, mas diz estar muito bem após vacinação

O governador reforçou a necessidade da vacinação contra o agravamento da doença

Reuters
Reuters
Doria pega Covid-19 pela 2° vez, mas diz estar muito bem após vacinação
Governador de São Paulo, João Doria (REUTERS/Amanda Perobelli)

15 de julho de 2021 - 16:29 - Atualizado em 15 de julho de 2021 - 17:05

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou nesta quinta-feira (15) em suas redes sociais que foi diagnosticado mais uma vez com a Covid-19 em um teste de rotina e cancelou seus compromissos oficiais. Entretanto, o governador disse estar muito bem após ter recebido as duas doses da vacina CoronaVac.

“Hoje, por prevenção, fiz mais um teste de Covid e o resultado, infelizmente, foi positivo. Por orientação médica, cancelei imediatamente toda a agenda e vou trabalhar de casa, cumprindo os meus compromissos como governador, mas de forma virtual”, informou o governador.

Doria, que já foi vacinado contra a doença com duas doses da CoronaVac, informou que se sente “muito bem” e “disposto”, e reforçou a necessidade de vacinação para combater a pandemia. Ressaltou, no entanto, que as vacinas protegem contra o agravamento, não contra a infecção.

“Tenho convicção que estou sendo protegido contra o agravamento da doença pela vacina do Butantan, a qual já tomei as duas doses. Eu, como milhões de pessoas, fui protegido graças à vacina. Meu caso serve de alerta para todos que já foram vacinados seguirem respeitando os protocolos. Pois, todos estão suscetíveis a serem infectados e transmitir o vírus, mesmo vacinados. Não importa a vacina, elas evitam o agravamento da doença, não a infecção”, continuou.

Os estudos com as vacinas existentes até hoje mostram que os imunizantes protegem a grande maioria das pessoas de terem a doença agravada, evitando hospitalizações e óbitos, mas não impedem a infecção, o que pode fazer com que mesmo vacinados se contaminem e passem adiante o vírus.

Doria contraiu a Covid-19 pela primeira vez em agosto do ano passado.

Por Lisandra Paraguassu

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.