Coronavírus

Deputado paranaense envia proposta de “lista suja” que deixa frequentadores de festas clandestinas no final da fila para leitos de UTI

Projeto prevê a criação de um cadastro em um programa intitulado como “lista suja”

Carol
Carol Machado / Produtora da equipe de estágio sob supervisão de Guilherme Becker
Deputado paranaense envia proposta de “lista suja” que deixa frequentadores de festas clandestinas no final da fila para leitos de UTI
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

26 de março de 2021 - 09:52 - Atualizado em 26 de março de 2021 - 09:55

Uma proposta do secretário e deputado federal Ney Leprevost (PSD) sugere que “baladeiros” fiquem no final da fila para leitos de UTI. O projeto foi encaminhado aos Ministérios da Justiça e da Saúde nesta semana.

O projeto prevê a criação de um cadastro em um programa intitulado como “lista suja” de quem for flagrado em baladas clandestinas.

De acordo com Ney, a proposta não impede o tratamento de saúde a quem frequentou festais ilegais, mas em situações onde existir apenas um respirador, e duas pessoas precisarem, a que não está cadastrada na “lista suja” deve ter prioridade no tratamento e ficar com a primeira vaga de UTI.

“O direito de se divertir e de enriquecer com o lazer dos outros não se sobrepõe ao direito a vida e a saúde de toda a sociedade”. afirmou o deputado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou nesta quinta-feira (25) 11.258 casos novos casos de covid-19 e 295 mortes em decorrência da doença. O número de novos infectados é mais do que o dobro do divulgado na quarta-feira (24), quando o estado registrou 5.550 novos casos de SARS-CoV-2 e 175 óbitos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.