Coronavírus

Curitiba vacinou 845.628 pessoas com a primeira dose contra a Covid-19

Em Curitiba, 242.277 pessoas receberam a segunda dose da vacina até segunda-feira (5) e outras 12.229 pessoas receberam a vacina em dose única

Daniela
Daniela Borsuk com informações da Prefeitura de Curitiba
Curitiba vacinou 845.628 pessoas com a primeira dose contra a Covid-19
(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

6 de julho de 2021 - 14:59 - Atualizado em 6 de julho de 2021 - 14:59

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até segunda-feira (5), 845.628 pessoas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 ou com o imunizante de dose única, da Janssen.

Até o momento, 833.399 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Desse total, foram vacinados: 325.406 pessoas da população em geral (convocadas por idade); 211.743 idosos com 65 anos ou mais; 114.824 pessoas com comorbidades; 9.703 gestantes e puérperas; 7.976 pessoas com deficiência; 82 indígenas; 1.115 pessoas em situação de rua; 6.957 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência; 95.999 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação); 16.022 trabalhadores das forças de segurança; 40.512 educadores (entre professores e trabalhadores da Educação Básica e Ensino Superior) e 1.233 trabalhadores da limpeza pública.

Imunização completa

Em Curitiba, 242.277 pessoas receberam a segunda dose da vacina até segunda-feira (5) e outras 12.229 pessoas receberam a vacina em dose única, completando esquema vacinal anticovid.

A cidade já aplicou 1.087.905 unidades da vacina contra o coronavírus – primeira e segunda doses ou dose única. Ao todo, 58,2% da população de Curitiba acima de 18 anos já receberam ao menos uma dose.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 1.200.136 doses de vacinas, sendo 842.351 para primeira dose, 344.980 para segunda dose e 12.805 doses de aplicação única. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, como por exemplo, quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são com o envio de novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.