Coronavírus

Curitiba registra 30 mortes e 921 casos de covid-19; não há UTIs livres na cidade

Neste sábado, a capital tinha 100% de ocupação dos leitos de UTI e 95% dos leitos clínicos.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Prefeitura de Curitiba
Curitiba registra 30 mortes e 921 casos de covid-19; não há UTIs livres na cidade
Paciente com Covid-19 é transferido para UTI do Hospital São Paulo, na capital paulista 17/03/2021 REUTERS/Amanda Perobelli

27 de março de 2021 - 17:33 - Atualizado em 27 de março de 2021 - 17:33

Curitiba registrou, neste sábado (27), 921 novos casos de covid-19 e 30 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. Vinte e cinco desses óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.

As novas vítimas são 14 homens e 16 mulheres, com idades entre 33 e 85 anos, e seis não tinham fator de risco para complicações da covid-19.

Até agora são 3.721 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 170.385 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 153.816 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 12.848 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos do SUS

Neste sábado (27), a taxa de ocupação dos 513 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 100%. No momento não há leitos livres.

A taxa de ocupação dos 874 leitos clínicos está em 95% neste sábado (27), com 47 leitos livres.

Números da covid-19 em 27 de março

921 novos casos confirmados
30 novos óbitos (25 nas últimas 48h)

Números totais

Confirmados – 170.385
Casos ativos – 12.848
Recuperados – 153.816 
Óbitos – 3.721

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.