Coronavírus

Curitiba: Falta de vacinação contra a Covid-19 pode contribuir com o avanço de novas variantes, aponta especialista

Prefeitura diz que tem capacidade para vacinar mais de 30 mil pessoas por dia, mas tem recebido para primeira aplicação, no máximo, 60 mil doses por semana e que se tivesse estoque de imunizantes em menos de 20 dias seria capaz de imunizar com ao menos uma dose toda a sua população com mais de 18 anos

Pablo
Pablo Mendes com supervisão de Rodrigo Sigmura
Curitiba: Falta de vacinação contra a Covid-19 pode contribuir com o avanço de novas variantes, aponta especialista
(FOTO: RICRecordTV)

14 de julho de 2021 - 10:50 - Atualizado em 14 de julho de 2021 - 10:52

A capital paranaense anunciou na segunda-feira (12) que, após aplicar quase todas as vacinas da última remessa que recebeu, teve de suspender totalmente a vacinação em todos os pontos de imunização da cidade na terça-feira (13) e na quarta-feira (14) por falta de imunizantes.

No sábado (10), a cidade aplicou quase 30 mil das 35.636 mil doses recebidas. O restante foi aplicado na segunda-feira (12), dia da repescagem de profissionais da educação e de comorbidades.

Em seis meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, esta foi a primeira vez que Curitiba fechou todos os pontos de imunização.

Curitiba foi a única capital do Brasil que suspendeu a vacinação totalmente na terça-feira (13). Dentre as capitais com mais de um milhão de habitantes, a do Paraná apresenta um quadro de atraso no avanço da imunização para o público em geral. O município parou no sábado (10) na faixa etária dos 40 anos, na frente de Belo Horizonte – que parou a vacinação nos 43 anos – e Brasília, que vacinou pessoas com 41 anos.

São Luiz e Manaus receberam mais doses das vacinas pelo governo federal por conta das variantes do coronavírus, e, por isso, a imunização para o grupo geral está mais avançada.

Confira a vacinação nesta quarta-feira (14) em outras capitais:

CuritibaVacinação paralisada nos 40 anos
Porto AlegreVacinação para pessoas com 36 anos
São PauloVacinação para pessoas com 37 anos (amanhã: 36 anos)
Rio de JaneiroVacinação para homens com 38 anos
Belo HorizonteVacinação para pessoas com 42 anos
GoiâniaVacinação para pessoas com 39 anos
BrasíliaVacinação para pessoas com 41 anos
MaceióVacinação paralisada nos 37 anos
SalvadorVacinação paralisada nos 40 anos
FortalezaVacinação paralisada nos 31 anos
São LuizVacinação para pessoas com 16 anos
BelémVacinação paralisada nos 33 anos
ManausVacinação paralisada nos 20 anos

A prefeitura de Curitiba afirma que se tivesse mais doses em estoque conseguiria vacinar toda a população acima dos 18 anos com a primeira dose em 20 dias.

“Curitiba tem capacidade para vacinar mais de 30 mil pessoas por dia, mas tem recebido para primeira aplicação, no máximo, 60 mil doses por semana, quantidade muito abaixo da velocidade e insuficiente para manter um ritmo contínuo de imunização na cidade, especialmente para a população em geral.  Já para a segunda dose, as vacinas estão garantidas, mas como nesta terça e quarta-feira a cidade não tem cronograma para estes grupos, não há necessidade de manter pontos de vacinação abertos e vazios. A Secretaria de Saúde de Curitiba ressalta ainda, que caso houvesse doses disponíveis, em menos de 20 dias seria capaz de imunizar com ao menos uma dose toda a sua população com mais de 18 anos.”

disse a Prefeitura de Curitiba, em comunicado.

O professor do curso de Medicina da Universidade Positivo e infectologista Marcelo Ducroquet, afirma que, se Curitiba estiver recebendo menos doses do que outras cidades, isso pode ser prejudicial no combate as variantes da Covid-19.

“Quanto menos cobertura vacinal, maior é o risco de termos casos graves e maior é a pressão no sistema de saúde da cidade por estarmos mais tempo expostos ao vírus. A vacina é a maneira mais eficaz de evitar o desenvolvimento de novas variantes da Covid-19”, explica Marcelo Ducroquet.

A reportagem do RIC Mais pediu um posicionamento do Governo do Paraná sobre os repasses das vacinas à capital paranaense e aguarda um retorno.  

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.