Coronavírus

Loja de materiais de construção no interior do Paraná é fechada após registrar mais de 10% dos casos de coronavírus da cidade

Todos os colaboradores do estabelecimento foram testados e estão em quarentena

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Londrina
Loja de materiais de construção no interior do Paraná é fechada após registrar mais de 10% dos casos de coronavírus da cidade
(FOTO: RONI HENRIQUE/ RIC RECORD TV)

26 de junho de 2020 - 15:01 - Atualizado em 26 de junho de 2020 - 15:01

Uma loja de materiais de construção localizada em Ibiporã, próximo a Londrina, foi fechada nesta quinta-feira (25) após registrar um surto de coronavírus entre os funcionários. Dos 26 colaboradores, nove tiveram o resultado positivo para a covid-19. O estabelecimento passará por uma higienização e só poderá voltar a funcionar no dia 03 de julho.

Todos os funcionários, da loja e do depósito, realizaram os testes do coronavírus. Apesar de assintomáticos, os colaboradores que tiveram o resultado positivo terão que cumprir quarentena, enquanto que os outros poderão retornar ao trabalho na próxima semana. 

“Se for para contaminar mais gente, que feche. Tem que obedecer né. É melhor obedecer do que sacrificar, então eu acredito que é bom para todo mundo”, comentou o pedreiro José Andrade, que é cliente do estabelecimento.

Coronavírus em loja de materiais de construção em Ibiporã

A loja localizada próximo a sede da Polícia Militar (PM) já estava fechada nesta quinta-feira (25). De acordo com os dados mais recentes da secretaria municipal de saúde, a cidade conta com 85 casos confirmados. Com isso, os nove funcionários contaminados do estabelecimento correspondem a mais de 10% dos casos do município.

“Nós pedimos para que fosse feito uma visita pela nossa equipe de epidemiologia e fizessem as orientações necessárias até porque nós tínhamos nove casos confirmados, com resultado já, e mais 17 servidores que trabalham ali. Então nós sugerimos para que fossem afastados por sete dias, que é a quarentena nos casos não confirmados, já que estes fizeram exame também, e pedimos para que fizessem uma higienização completa na loja. O objetivo era cercar o problema, até porque vários clientes estiveram lá e nós precisamos evitar isso”, contou o secretário de saúde de Ibiporã, Paulo Zapparoli.

Na cidade ainda existem 155 casos suspeitos e uma pessoa morreu por complicações da doença.

Estabelecimento emite nota

Por meio de nota, a loja de materiais de construção, Comercial Ivaiporã, esclareceu que os testes foram realizados por segurança. “Em virtude do surto da Covid-19, foram realizados testes em toda a equipe, sendo que nove colaboradores testaram positivo e estão assintomáticos e 17 testaram negativo”, detalhou a empresa.

Confira a nota completa:

“A Comercial Ivaiporã vem a público prestar o seguinte esclarecimento: em virtude do surto da Covid-19, foram realizados testes em toda a equipe, sendo que nove colaboradores testaram positivo e estão assintomáticos e 17 testaram negativo.
Para garantir a saúde e o bem estar de toda nossa equipe e clientes, suspenderemos nossas atividades durante sete dias. Em virtude deste cenário, pedimos a compreensão dos nossos clientes quanto a eventuais atrasos na entrega de mercadorias.
Reforçamos sempre o compromisso com a sociedade onde atuamos e agradecemos mais uma vez a compreensão de todos”

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.