Coronavírus

Cornélio Procópio pretende vacinar todos os moradores com mais de 18 anos em junho

Dos cerca de 34 mil moradores que precisam ser vacinados, 18 mil já teriam recebido a primeira dose do imunizante até o momento e outros 16 mil aguardam a aplicação

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Cornélio Procópio pretende vacinar todos os moradores com mais de 18 anos em junho
Foto: Reprodução/Prefeitura de Cornélio Procópio

11 de junho de 2021 - 14:24 - Atualizado em 11 de junho de 2021 - 14:34

Cornélio Procópio, norte do Paraná, planeja vacinar todos os moradores com mais de 18 anos com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até o fim de junho. A meta vai na contramão de diversas expectativas de cidades da mesma região. Londrina, por exemplo, está vacinando o grupo de 55 a 59 anos e ainda não divulgou uma data para concluir a imunização de todos os cidadãos.

A vice-prefeita de Cornélio Procópio e também secretária da saúde, Angelica Olchaneski, deu detalhes sobre o plano em entrevista ao Balanço Geral Londrina. O município tem 47.842 habitantes no total. Dos cerca de 34 mil moradores que precisam ser vacinados, 18 mil já teriam recebido a primeira dose do imunizante até o momento e outros 16 mil aguardam a aplicação. O grupo sendo vacinado atualmente é de 48 a 49 anos.

“Não existe milagre. Existe trabalho e uma logística que a gente adota aqui, que talvez seja diferente dos outros municípios”,

disse Angelica Olchaneski.

Durante a entrevista, a secretária disse que a vacina chega e é encaminhada de acordo com um plano municipal. Por conta da vacina Pfizer, a logística mudou para cumprir os protocolos de armazenagem.

Agelica garante que não recebe nenhuma quantidade diferente dos outros municípios. O planejamento seria com base apenas em um plano municipal. No entanto, não foram divulgadas as regras deste plano. A contagem é de primeiras doses.

Em estoque, atualmente, Cornélio conta com 1.000 doses. Nesta sexta-feira (11), há a previsão para a chegada de um novo lote da vacina de Oxford, a AstraZeneca. Para a semana que vem, deve chegar doses da Pfizer, como garante Olchaneski.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.