Coronavírus

China enfrenta pior surto de coronavírus desde março de 2020

Milhões de pessoas estão em lockdown enquanto algumas cidades passam por testes em massa diante do temor de que infecções possam se espalhar rapidamente

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Reuters
China enfrenta pior surto de coronavírus desde março de 2020
Foto: Reuters/Thomas Peter

19 de janeiro de 2021 - 10:59 - Atualizado em 19 de janeiro de 2021 - 10:59

A China enfrenta o pior surto de coronavírus desde março de 2020, com uma província registrando aumento diário recorde de casos, ao mesmo tempo em que um painel independente alega que a China poderia ter feito mais para conter o surto inicial.

China enfrenta pior surto de coronavírus e tabloide estatal defende o país: “nenhum país tinha experiência em lidar com o vírus”

Com as afirmações que alegam que a China poderia ter feito mais para conter a covid-19, o tabloide estatal Global Times afirma que a condução chinesa do coronavírus não poderia ter sido perfeita porque nenhum país tinha experiência em lidar com um vírus como a covid-19.

“Olhando para trás, nenhum país poderia ter um desempenho perfeito ao enfrentar um vírus novo. Nenhum país pode garantir que não cometerá erros se uma epidemia semelhante ocorrer novamente”, afirmou a publicação nesta terça-feira (19).

Hoje, a China registrou mais de 100 novos casos de covid-19 pelo sétimo dia. Foram 118 novos casos nessa segunda-feira, contra 109 no dia anterior. Desses, 106 foram infecções locais, com 43 relatadas em Jilin, um novo recorde diário para a província do Nordeste, e 35 na província de Hebei, que circunda Pequim.

A própria capital chinesa relatou um novo caso, enquanto Heilongjiang, no Norte, teve 27 novas infecções.

No momento, milhões de pessoas estão em lockdown enquanto algumas cidades passam por testes em massa diante do temor de que infecções não detectadas possam se espalhar rapidamente durante o feriado do Ano Novo Lunar, daqui a algumas semanas.

Centenas de milhões de pessoas viajam durante o feriado, em meados de fevereiro, e trabalhadores migrantes voltam para suas províncias de origem para ver a família.

As autoridades apelaram às pessoas para que evitem viagens no feriado e fiquem longe de aglomerações.

O número total de casos confirmados de covid-19 na China continental é de 89.454, enquanto o número de mortos permaneceu inalterado em 4.635.

Uma equipe da OMS está atualmente em Wuhan, cidade central da China onde a doença foi detectada pela primeira vez no fim de 2019, para investigar as origens da pandemia que matou mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.