Coronavírus

Brasil já está produzindo Sputnik V, produção será aumentada em fevereiro

Vacina ainda está em processo na Anvisa

Reuters
Reuters da equipe de estágio RIC Mais, sob supervisão de Guilherme Becker com informações da Reuters
Brasil já está produzindo Sputnik V, produção será aumentada em fevereiro
Médico segura frasco da vacina russa contra Covid-19 Sputnik V em Moscou

21 de janeiro de 2021 - 08:39 - Atualizado em 21 de janeiro de 2021 - 09:18

A fabricante brasileira da vacina russa Sputnik V já está produzindo doses, disse o chefe do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) nesta quinta-feira, acrescentando que a produção será elevada em fevereiro.

O chefe do RDIF, Kirill Dmitriev, disse esperar que a questão envolvendo a aprovação da Sputnik V no Brasil seja resolvida nas próximas semanas.

A Sputnik V ainda não possui a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a Anvisa, o laboratório União Química solicitou autorização para realização de pesquisa clínica de fase 3 no Brasil. E que o pedido foi enviado à Agência no dia 29 de dezembro de 2020.

A Anvisa iniciou a análise, mas identificou a necessidade de informações complementares, que foram solicitadas ao laboratório.

Até o momento, a União Química não enviou as informações para a Anvisa. O status atual do pedido é “aguardando o envio das informações solicitadas na exigência técnica”.

Não há pedido de uso emergencial ou pedido de registro para a vacina Sputnik V na Anvisa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.