Coronavírus

Covid-19: Brasil é o 78° no ranking de vacinação que considera a população de cada país

Considerando as doses aplicadas proporcionalmente ao tamanho da população, o Brasil aparece em baixa posição no ranking com 190 países ou territórios

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do EM
Covid-19: Brasil é o 78° no ranking de vacinação que considera a população de cada país
(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

9 de junho de 2021 - 10:44 - Atualizado em 9 de junho de 2021 - 10:44

Com quase 500 mil mortes desde o início da pandemia da Covid-19, as críticas ao governo de Jair Bolsonaro e os contrapontos têm se concentrado no desempenho brasileiro na vacinação. A principal dúvida, porém, é: afinal, o Brasil vacina pouco ou muito?

Segundo o EM, a resposta é: depende da comparação.

Se a comparação considerar apenas o número total de doses que cada país aplicou, o Brasil aparece em quarto lugar no ranking global de dados oficiais compilados pela Universidade de Oxford, no Reino Unido. 

Mas quando a comparação do total de doses aplicadas leva em conta o tamanho da população de cada país, isto é, contabiliza proporcionalmente, o Brasil aparece em 78º entre 190 nações e territórios.

A comparação pode ser feita também com o próprio Brasil. O Ministério da Saúde afirma que o país tem capacidade instalada de vacinar 2,4 milhões por dia, e já chegou a vacinar 18 milhões de crianças em campanha contra a poliomielite. Mas desde 17 de janeiro de 2021, o Brasil só superou dez vezes a marca de 1 milhão de vacinados em 24h. A China, por exemplo, tem vacinado 20 milhões por dia.

Ranking da primeira dose

Ainda segundo os dados, até o momento, 920 milhões de pessoas receberam pelo menos uma dose contra a Covid-19 ao redor do mundo, equivalente a cerca de 11% da população mundial.

Até esta quarta-feira (9), o Brasil aplicou pelo menos uma dose em 23% da população brasileira. Isso coloca o país em 72º lugar no ranking da primeira dose, entre 190 nações e territórios.

No continente

Na América, o Brasil está em 15º lugar. O país mais bem posicionado do continente é o Chile, que aplicou pelo menos uma dose em 58% da população. 

Velocidade da vacinação

No quesito velocidade de doses aplicadas diariamente por cada 1 milhão de habitantes, o Brasil (3.094) aparece em 89º no mundo e 13º na América. O ritmo tem caído: em meados de maio o Brasil aplicava 4.207 doses por cada 1 milhão de habitantes.

Na pandemia de H1N1, por exemplo, o Brasil imunizou quase 80 milhões de pessoas em três meses. Na pandemia atual, o governo federal distribuiu de 17/01 a 09/06 quase 103 milhões de doses para Estados e municípios, mas apenas 71,6 milhões tinham sido aplicadas, segundo dados do Ministério da Saúde.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.