Coronavírus

“Está quase pronta”, afirma secretário Beto Preto sobre vacina contra covid-19

Secretário de Estado da Saúde também comentou sobre a volta às aulas, flexibilização do comércio e liberação das cirurgias eletivas

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV
“Está quase pronta”, afirma secretário Beto Preto sobre vacina contra covid-19
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

26 de agosto de 2020 - 09:43 - Atualizado em 26 de agosto de 2020 - 09:46

O Secretário de Estado da Saúde Beto Preto participou na manhã desta quarta-feira (26) do programa Paraná no Ar, da RIC Record TV, para comentar sobre o panorama do coronavírus. Em entrevista com o apresentador Guilherme Rivaroli, o secretário destacou a liberação das cirurgias eletivas no estado, o que é necessário para volta às aulas e também como estão os avanços em relação a vacina.

Em relação aos números do coronavírus no Paraná, Beto Preto lamentou a marca de 3 mil mortes e o estágio de estabilidade que o estado alcançou. “É um platô que já era esperado, mas infelizmente está alto”, comentou. Apesar do número de mortes tem caído nos últimos boletins, o secretário destacou que o trabalho continua sendo realizado e caso medidas não tivessem sido tomadas “já teríamos 6 ou 7 mil mortos”.

Com o aumento nos estoques de medicamentos para entubação e sedação, as cirurgias eletivas foram retomadas no Paraná. Segundo Beto Preto, a suspensão temporária foi necessária para manter o melhor atendimento para os pacientes com coronavírus. 

“Suspendemos as cirurgias eletivas porque tínhamos uma falta, no estado todo, de medicamentos para entubação e para sedação de pacientes. Muitas cirurgias eletivas também necessitam desses mesmos medicamentos que são utilizados nos pacientes dentro das UTIs com coronavírus. Então nós tomamos essa iniciativa, seguramos por algum tempo e agora que o estoque já está um pouco mais regularizado começamos a liberar novamente”, analisou Beto Preto.

A respeito das volta às aulas, o secretário pediu colaboração com as instituições particulares. “Estamos estudando metodologias para o retorno”, comentou Beto Preto, após afirmar que atividades presenciais só poderão ser retomadas com a queda da curva de casos e mortes por covid-19 no Paraná.

(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

Beto Preto comenta sobre vacina no Paraná

Após o governo apresentar uma proposta para parceria com a vacina que já está sendo produzida na Rússia, os paranaenses despertaram ainda mais interesse sobre uma possível chegada do medicamento ao Brasil. Entretanto, o secretário de Saúde destacou que somente vacinas com base científica elaborada e conhecida serão utilizadas na população.  

“Em relação às vacinas, a vacina que a Fiocruz está trabalhando, a inglesa, ela está já no terceiro estágio, está quase pronta. O Ministério da Saúde trabalha com ela, nós estamos juntos, faz parte do projeto do próprio governo brasileiro. Agora, outras iniciativas se chegarem antes, com comprovação científica, nós estaremos abertos para recebê las. Seja ela russa ou chinesa, temos conversado com a Índia, com os Estados Unidos. […] Porém precisamos com base científica elaborada e conhecida”, destacou.

“Vamos aumentar agora o número de testes da covid de cinco a seis mil para dez mil testes por dia, com a parceria da Fiocruz”, revelou Beto Preto.

Confira a entrevista completa:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.