Coronavírus

“Não venham ao litoral”, autoridades mantém barreiras sanitárias durante o feriado

Nos últimos dias longas filas foram formadas nas principais rodovias que dão acesso ao litoral paranaense, somente moradores estão tendo acesso as cidades

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
“Não venham ao litoral”, autoridades mantém barreiras sanitárias durante o feriado
(FOTO: REPDORUÇÃO/ PREFEITURA DE MATINHOS)

2 de abril de 2021 - 11:31 - Atualizado em 2 de abril de 2021 - 11:31

O pedido das autoridades das cidades do litoral paranaense aos turistas neste feriado de páscoa é um só, “Não venham ao litoral”. Desde a última quarta-feira (31), barreiras sanitárias foram montadas nas principais rodovias que dão acesso às cidades com praia e somente moradores estão tendo acesso liberado.

Longas filas chegaram a ser registradas durante a semana e a fiscalização continuará nos próximos dias. O objetivo das prefeituras é evitar o aumento de caso nas cidades e tentar controlar a crise no sistema de saúde.

“Pedimos a compreensão de todos para que não venham ao litoral do Paraná. O litoral estará aberto logo após passar tudo isso. Queremos vocês aqui, mas infelizmente estamos passando por um momento muito crítico”, .

pediu Lucas Claudino, fiscal voluntário da barreira

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a regional de Paranaguá continua sendo a terceira com mais incidência da covid-19 a cada 100 mil habitantes no estado. As cidades litorâneas ficam atrás apenas das regionais de Foz do Iguaçu e Toledo.

Em relação a mortalidade, por habitantes, a regional de Paranaguá fica atrás apenas de Foz do Iguaçu. Segundo informações desta quinta-feira (1º), já foram confirmados 25.969 casos nas sete cidades do litoral e 567 óbitos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.