Coronavírus

Balada aquática no Rio Paraná teve presença do iate da dupla Bruno & Barreto

Prefeito da cidade e Porto Rico, onde ocorreu a festa, sentiu-se “humilhado”, já que não coneguiu fazer nada. Dentro do rio a jurisdição é federal e ele não podia multar ninguém

Giselle
Giselle Ulbrich com informações de Fabio Guillen, da RIC Record TV
Balada aquática no Rio Paraná teve presença do iate da dupla Bruno & Barreto
Balada aquática no Rio Paraná, em Porto Rico, noroeste do Paraná.

2 de abril de 2021 - 20:59 - Atualizado em 2 de abril de 2021 - 20:59

Impedidos de fazer festa dentro do município, por causa das medidas restritivas de combate ao coronavírus, jovens da cidade turística de Porto Rico, no noroeste do Paraná, decidiram fazer uma festa aquática, com lanchas espalhadas ao longo Rio Paraná, na noite desta quinta-feira (01). A festa varou a madrugada e contou até com a presença do iate da dupla sertaneja paranaense Bruno & Barreto. O prefeito local lamentou por estar de “mãos atadas”.

O barulho da festa incomodou os moradores locais, que filmaram a bagunça. Porém até mesmo os frequentadores da festa, mesmo sabendo das restrições, postaram fotos e vídeos em suas redes sociais sem ter receio de sofrerem punições.

Esta semana, a prefeitura de Porto Rico mandou fechar os acessos ao Rio Paraná e as praias de água doce da região. Os prefeitos de Marilena e São Pedro do Paraná, que também margeiam o Rio Paraná, fizeram o mesmo. Porém antes do fechamento, proprietários de embarcações correram tirar os veículos das garagens e as deixaram dentro dos rios. Não se sabe se já planejando festa, ou apenas para poderem aproveitar o feriado navegando pelo rio.

O prefeito de Porto Rico, Evaristo Ghizoni Volpato, afirmou que está de mãos atadas. Neste caso ele não pode fazer nada por questões de jurisdição, já que dentro do rio, a prefeitura não pode multar as pessoas. “Dentro do rio é domínio federal, da União. Qem pode multar é a Polícia Militar, a Força Verde, a Marinha”, relatou o prefeito.

Em nota oficial, a Marinha do Brasil informou que não pode fiscalizar aglomerações. Mas afirmou que vai verificar se as documentações das embarcações estão em dia e se cumprem os requisitos de segurança.

A Delegacia Fluvial de Guaíra também informou que irá enviar quatro militares para Porto Rico. Eles vão fiscalizar o rio durante a noite desta sexta-feira (02) e todo o fim de semana. Se alguém for pego no rio terá a embarcação apreendida e será multado.

O prefeito de Porto Rico ainda disse que se sente chateado e humilhado com a situação. “Porque a população espera justiça. E no momento, tudo o que eu procurei eu não consegui. Mas a esperança é que as autoridades achem meios de impedir isso aí”, disse ele.

Já sobre o iate da dupla Bruno & Barreto, a assessoria dos cantores confirmou que a lancha pertence a um dos cantores e a um sócio da dupla. Porém nenhum dos dois participou da balada. Apesar disto, não explicaram quem estava usando a embarcação, e se tinha ou não autorização para usá-la.

https://ricmais.com.br/noticias/coronavirus/

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.