Coronavírus

Autoridades furam fila da vacina contra coronavírus e populares se revoltam

Júnior de Amynthas, prefeito de Itabi (SE), foi um dos vacinados contra covid-19; veja outros investigados

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações do R7
Autoridades furam fila da vacina contra coronavírus e populares se revoltam
Foto: REPRODUÇÃO/RECORD TV

20 de janeiro de 2021 - 13:48 - Atualizado em 20 de janeiro de 2021 - 13:48

Populares do nordeste se revoltaram após autoridades de alguns municípios furarem a fila da vacina contra o coronavírus na primeira semana da chegada das doses.

Autoridades furam fila da vacina contra coronavírus: veja quem já tomou a primeira dose do imunizante

Em Itabi (SE), a 134 quilômetros de Aracaju, o prefeito Júnior de Amynthas quebrou o protocolo e se vacinou. De acordo com a reportagem da Record TV, o prefeito não faz parte de nenhum grupo prioritário. Ao todo, Itabi recebeu apenas 31 doses do imunizante.

Após a vacinação, o Ministério Público Federal notificou o prefeito e cobrou explicações imediatas sobre o ocorrido. Pelo ato, Júnior de Amynthas poderá responder pelo crime de prevaricação, com pena prevista de três meses a um ano.

No município de Jupi, em Pernambuco, a secretária de saúde e o fotógrafo oficial da prefeitura também estão sendo investigados por furar a fila da vacina contra o coronavírus.

Nas redes sociais, Guilherme, o fotógrafo, fez publicações nas quais teria recebido a dose da vacina, embora não pertença a grupos de risco. Junto a ele aparece Maria Nadir Ferro, responsável pela pasta da saúde.

Com a repercussão do caso o Ministério Público investiga a situação, e o fotógrafo voltou as redes para afirmar que tudo não passou de uma brincadeira.

Ao todo, Jupi recebeu 136 doses da vacina.

Em Natal, no Rio Grande do Norte, o prefeito Álvaro Dias chegou a divulgar que seria o primeiro a tomar a vacina contra o coronavírus, mas diante de uma repercussão negativa voltou atrás na decisão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.