Coronavírus

Após ter 80% do pulmão comprometido pela Covid, cantor de 33 anos morre de pneumonia

Cantor escreveu uma carta para a família no último sábado (16)

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Após ter 80% do pulmão comprometido pela Covid, cantor de 33 anos morre de pneumonia
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

21 de janeiro de 2021 - 12:23 - Atualizado em 21 de janeiro de 2021 - 12:23

O cantor gospel Flávio Camargo, de 33 anos, morreu na última terça-feira (13), por causa de uma infecção pulmonar causada por uma pneumonia. O músico tinha tido 80% do pulmão comprometido em setembro do ano passado, quando venceu a covid-19. Entretanto, em dezembro o cantor teve novos problemas pulmonares e agora não resistiu.

Camargo estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro, após quadro de pneumonia. No último sábado (16), a família revelou que o cantor deixou uma carta para esposa e familiares agradecendo pelos cuidados.

“Meu amor, te amarei para sempre. Tudo que quero é estar ao lado de vocês outra vez”, escreveu Camargo.

No começo desta semana, a esposa de Camargo pediu orações. “Infelizmente o quadro clínico do meu esposo, Flávio Camargo, se agravou e ele precisou ser entubado. Segundo a equipe médica ele está muito grave e precisa de um verdadeiro milagre!”, publicou.

Camargo foi enterrado nesta quarta-feira (20).

cantor flavio camargo

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.