Coronavírus

ACP lamenta fechamento do comércio e chama medida de “arbitrária”

Em nota, a ACP afirmou que a nova medida “só vai gerar mais quebradeira, desemprego e miséria”

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
ACP lamenta fechamento do comércio e chama medida de “arbitrária”
(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

28 de maio de 2021 - 17:50 - Atualizado em 28 de maio de 2021 - 17:50

Após o decreto da Prefeitura desta sexta-feira (28), que coloca Curitiba em bandeira vermelha e impõe restrições mais rígidas para o comércio na capital, a Associação Comercial do Paraná lamentou o fechamento dos estabelecimentos e categorizou a medida como “arbitrária”.

“As autoridades municipais mais uma vez foram insensíveis às nossas ponderações de que medidas duras como o lockdown não estão sendo eficazes para combater a pandemia e acabam matando empresas – e quando se mata empresas perde-se renda e empregos”, diz a nota.

“Lamentavelmente continuamos a fazer tudo errado. Esta nova medida arbitrária só vai gerar mais quebradeira, desemprego e miséria”.

diz ainda o pronunciamento oficial da instituição.

Com o novo decreto, que visa restringir a circulação na cidade e a diminuição dos casos de covid-19 em Curitiba, atividades comerciais não essenciais e lojas de material de construção podem funcionar apenas com atendimento no sistema de entrega (delivery) e drive thru; shopping centers, galerias e centros comerciais, além das lojas de plantas, na modalidade delivery; restaurantes e lanchonetes de rua, com delivery, drive-thru e retirada em balcão.

Supermercados, mercearias, distribuidoras de bebidas, açougue, feiras livres, podem funcionar com atendimento presencial de segunda à sábado, das 7 às 20 horas. No domingo, apenas com delivery.

A comercialização de alimentos de lojas de shoppings ou galerias podem operar todos os dias da semana, mas apenas por meio de delivery.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.