Guilherme
Guilherme Becker / Editor

29 de janeiro de 2020 - 00:00

Atualizado em 29 de janeiro de 2020 - 00:00

Notícias

Coronavírus: curitibana relata experiência ao voltar da China “Aqui no Brasil, controle zero”

Brasileira contou que ao desembarcar em Guarulhos foi orientada a retirar a máscara

Coronavírus: curitibana relata experiência ao voltar da China “Aqui no Brasil, controle zero”
(FOTO: LETÍCIA PAN/ COLABORAÇÃO)

A policial militar e dentista, Letícia Pan, chegou ao Brasil nesta terça-feira (28) após visitar a cidade chinesa de Xangai, localizada há aproximadamente 800 quilômetros do epicentro do coronavírus, em Wuhan. Durante a volta a Curitiba, Letícia realizou escala em Dubai e destacou o trabalho efetivo das autoridades sanitárias por lá, inclusive, bem diferente da abordagem aqui no Brasil.

No Paraná, a Secretaria da Saúde do Estado do Paraná (Sesa) informou que existem dois casos suspeitos de coronavírus em Curitiba.

Brasileira que estava na China consegue chegar ao Brasil

Letícia Pan esteve na China durante o surto do coronavírus. De acordo com a brasileira, os aeroportos chineses viveram dias de caos após a descoberta da doença. Em um vídeo enviado pela policial militar é possível ver a situação de um aeroporto em Xangai, assista as imagens abaixo.

Após conseguir sair da China, Letícia realizou uma escala nos Emirados Árabes Unidos. De acordo com a policial, lá o procedimento de segurança está sendo cumprido com muito rigor, o que não aconteceu quando ela desembarcou em São Paulo. A mulher destacou, inclusive, que no aeroporto em solo brasileiro foi solicitado que ela retirasse a máscara.

“Autoridades sanitárias em Dubai foram extremamente rigorosas na questão do desembarque e no controle dos passageiros que vinham da China. Agora, aqui no Brasil, realmente, controle e cuidado zero. As nossas autoridades sanitárias não estão devidamente orientadas ou talvez não seja prioridade para saúde pública fazer esse tipo de controle. Na nossa chegada, inclusive eu estava de máscara, porque estou sentindo um pouco de mal estar, eu não se é da viagem que é muito longa ou se é alguma coisa, daí eu estava de máscara e fui orientada pelas autoridades que não era permitido transitar de máscara e nem de boné, porque eu também estava de boné, e nós fomos orientados a tirar. Aqui no Brasil, controle zero”, destacou Letícia.

Após chegar em São Paulo, a policial deve desembarcar em Curitiba próximo às 22h.

Casos suspeitos de coronavírus em Curitiba

Um homem de 29 anos, que esteve na China nos últimos 14 dias, está internado no Hospital Santa Cruz com suspeita de coronavírus. O paciente apresenta um quadro de infecção respiratória leve e segundo a Secretaria da Saúde do Estado do Paraná (Sesa), os sintomas se caracterizam com a doença.

Na noite desta terça-feira (28), a Sesa confirmou a suspeita de mais um caso na capital paranaense. Trata-se de uma mulher, de 23 anos, que procurou uma Unidade de Saúde, no bairro Boqueirão, e depois foi encaminhado ao Hospital de Clínicas.

Uma entrevista coletiva com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, a secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, e representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está agendada para às 10h, desta quarta-feira (29), para explicar a situação de casos suspeitos de Coronavírus na capital.