Clarice Ebert

PARADOXALMENTE AS MÃES SÃO SUFICIENTES E INSUFICIENTES

No dia das mães, e em todos os demais, felizes são os filhos que conseguem perdoar suas mães por suas insuficiências e qualificá-las por suas suficiências! E felizes são as mães que obtêm essa graça de seus filhos!

Clarice
Clarice Ebert Psicóloga (CRP08/14038) e Terapeuta Familiar
PARADOXALMENTE AS MÃES SÃO SUFICIENTES E INSUFICIENTES

8 de maio de 2021 - 14:49 - Atualizado em 8 de maio de 2021 - 15:56

Cura insuficiente

Porém suficiente bálsamo que alivia tantas dores e feridas.

Amizade insuficiente

Porém suficiente apoio que revigora esperanças.

Proteção insuficiente

Porém suficiente segurança em limites e fronteiras.

Amparo insuficiente

Porém suficiente confiança e autoconfiança.

Certezas insuficientes

Porém suficiente fé germinando possibilidades.

Abundância insuficiente

Porém suficiente fortalecimento da resiliência.

Segurança insuficiente

Porém suficiente ladrilho para os passos na caminhada.

Perfeição insuficiente

Porém referencial suficiente pelas posturas.

Conforto insuficiente

Porém suficiente colo da alma para incluir e fazer parte.

Riqueza insuficiente

Porém suficiente amor, afeto e ternura na formação da vinculação.

Vigília insuficiente

Porém suficiente cuidado preservando a alma e a vida.

Provisão insuficiente

Porém suficiente rega do potencial e o suprimento do essencial.

Força insuficiente

Porém suficiente respeito às limitações e potencialidades.

Lei insuficiente

Porém suficientes princípios de justiça e valores consistentes.

Presença insuficiente

Porém suficientes relacionamentos significativos.

Áurea divina insuficiente

Porém suficiente humanidade promovendo crescimento e amadurecimento.

No dia das mães, e em todos os demais, felizes são os filhos que conseguem perdoar suas mães por suas insuficiências e qualificá-las por suas suficiências! E felizes são as mães que obtêm essa graça de seus filhos!

Clarice Ebert