Saúde

Boletim da dengue registra 50 novos casos no Paraná

Há ainda, 1.374 casos em investigação, sem nenhum óbito no período. Até agora, são 77 casos confirmados da doença, desde o início do atual período epidemiológico em agosto deste ano.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Boletim da dengue registra 50 novos casos no Paraná
(Foto: Ilustração/ Pixabay)

14 de setembro de 2021 - 19:06 - Atualizado em 14 de setembro de 2021 - 19:06

O boletim semanal da dengue, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) nesta terça-feira (14), registra 50 novos casos da doença no Paraná. Há ainda, 1.374 casos em investigação, sem nenhum óbito neste período. Até agora, são 77 casos confirmados da doença, desde o início do atual período epidemiológico em agosto deste ano.

Em duas semanas, 169 municípios registraram notificações de dengue, que passaram de 1.410 para 2.652 – um aumento de 88,09%.

Os novos casos foram confirmados em Foz do Iguaçu (21), Medianeira (6), Maringá (5), Londrina (2), Cambé (2), Assaí (2), Umuarama (2), Pérola (2), Uraí (1), Jataizinho (1), Paiçandu (1), Nova Esperança (1), São Jorge do Patrocínio (1), Cafelândia (1), Paranaguá (1) e Guaratuba (1).

“Com a proximidade de uma nova estação, mais quente e chuvosa, os cuidados devem ser redobrados. Não podemos deixar de nos preocupar com essa doença e mantê-la longe de nossas casas. O cuidado e ajuda de cada um são fundamentais para travarmos essa luta”,

disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Histórico

A Sesa monitora os dados da dengue desde 1991. O ano de 2007 marcou a primeira grande epidemia da doença no Paraná. Foram mais de 50 mil casos notificados, cerca de 26 mil deles confirmados e sete mortes.

A série histórica da doença aponta que o penúltimo período epidemiológico, de 2019/2020, foi o de maior registro de casos, finalizado com 227.724 confirmações e 177 óbitos.

No dia 3 de agosto, o informe da dengue número 43, que encerrou o período epidemiológico 2020/2021, totalizou 27.889 casos confirmados e 32 óbitos no Paraná. Os dados foram contabilizados desde o dia 1º de agosto do ano passado.