Atlético-GO

Santos desperdiça muitas chances e perde para o Atlético-GO na Vila

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de julho de 2021 - 20:07 - Atualizado em 25 de julho de 2021 - 20:30

O Santos martelo, martelou, martelou… E perdeu para o Atlético-GO por 1 a 0 neste domingo, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Zé Roberto, de pênalti.

O Peixe desperdiçou inúmeras chances, principalmente no segundo tempo, mas a bola teimou em não entrar. Foram 29 finalizações a seis. E o Alvinegro terminou a partida com seis atacantes.

Com a derrota, o Santos foi ultrapassado pelo próprio Atlético-GO e é o 11º, com 16 pontos. O Dragão agora é o sétimo, com 18 na tabela.

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Juazeirense na quarta-feira, novamente na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Pela mesma fase da competição, o Atlético-GO visitará o Athletico-PR.

O JOGO

A partida começou bem morna na Vila Belmiro. Tanto é que a primeira emoção só rolou aos 17 minutos, já na origem do primeiro gol do jogo.

Zé Roberto, desmarcado no meio-campo, lançou para Baralhas: Luiz Felipe cortou mal, João Paulo saiu atabalhoado do gol e cometeu pênalti. Zé converteu para abrir o placar.

O Santos só respondeu de fato aos 30, quando Kaiky cruzou da intermediária e Madson cabeceou para bonita defesa de Fernando Miguel. No minuto 39, Marinho cruzou, a bola atravessou a área e Felipe Jonatan acertou uma bomba no travessão.

SEGUNDO TEMPO

Fernando Diniz foi para o tudo ou nada na etapa final. Sacou o zagueiro Luiz Felipe para a entrada do atacante Lucas Braga e descolou o meia Jean Mota para atuar com Kaiky na defesa.

Logo aos dois minutos, Braga cruzou e Marcos Guilherme bateu fraco. Aos 3, Lucas Braga cabeceou e Fernando Miguel pegou. No minuto 5, Braga finalizou por cima após rebote.

E a pressão continuou, assim como as chances desperdiçadas. Aos 10, Camacho lançou, Lucas Braga ajeitou e Marcos Guilherme chutou mal outra vez. No minuto 12, Sánchez cobrou escanteio e Kaiky cabeceou com perigo.

O massacre continuou, mas a bola teimou em não entrar. Aos 17, Madson cabeceou novo escanteio de Sánchez para fora. Aos 19, Kaio Jorge recebeu na pequena área, cortou e o zagueiro Wanderson salvou. Aos 20, Marinho acertou o travessão, a bola bateu nas costas de Fernando Miguel e sobrou limpa para Sánchez. O uruguaio, porém, estava impedido.

Quando o placar marcava 24 jogados, o Atlético-GO finalmente conseguiu sair da defesa: Ronald recebeu sozinho na área, mas acertou o travessão de João Paulo. Aos 27, o Santos pediu pênalti em Kaio Jorge na pequena área, mas o árbitro Leandro Pedro Vuaden mandou seguir.

Aos 35 minutos, Arthur Gomes, emprestado pelo Peixe ao Dragão, recebeu sozinho pela direita em novo contra-ataque e parou em grande defesa de João Paulo.

O Santos terminou o jogo com seis atacantes, mas mesmo assim não conseguiu furar a retranca do Atlético-GO. Derrota dolorida na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 1 ATLÉTICO-GO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 25 de julho de 2021, domingo

Horário: 18h15 horas (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Cartões amarelos: Santos: Marinho. Atlético-GO: Zé Roberto e Fernando Miguel

GOL:

Atlético-GO: Zé Roberto, aos 19 minutos do 1T

SANTOS: João Paulo, Madson (Ângelo), Luiz Felipe (Lucas Braga), Kaiky e Felipe Jonatan (Marcos Leonardo); Camacho, Jean Mota e Carlos Sánchez (Gabriel Pirani); Marinho, Marcos Guilherme e Kaio Jorge

Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Dudu, Wanderson, Oliveira e Natanael; André Lima, Baralhas (Arthur Gomes) e Marlon Freitas; Janderson (Toró), Ronald (Arnaldo) e Zé Roberto (André Luís)

Técnico: Eduardo Barroca