Notícias

PCPR mira grupo responsável por roubos em lojas de eletrônicos de Curitiba e RMC

Alvos são suspeitos de 13 roubos em redes em que há revenda de aparelhos celulares

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
PCPR mira grupo responsável por roubos em lojas de eletrônicos de Curitiba e RMC
(Foto: ilustrativa Polícia Civil do Paraná)

14 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:47

Na manhã desta terça-feira (14), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas de Curitiba e Região Metropolitana (RMC) para cumprir 21 mandados judiciais em endereços de um grupo criminoso responsável por roubos em lojas de eletrônicos

Conforme a PCPR, os alvos da ação são suspeitos de, pelo menos, 13 roubos em redes em que há revenda de aparelhos celulares.

Grupo criminoso responável por roubos em lojas de eletrônicos na mira da Polícia Civil do Paraná

Mais de 70 policiais civis participam da operação, e equipes a bordo de um helicóptero dão apoio para agentes em solo.

De acordo com a polícia, os mandados estão sendo cumpridos nos bairros Cajuru, Parolin e Uberaba, em Curitiba, e no bairro Jardim Amélia, em Pinhais.

Das 21 ordens judiciais, oito são mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão.

Investigados foram reconhecidos pelas vítimas

Os oito indivíduos investigados foram reconhecidos pelas vítimas de 13 roubos entre os meses de julho de 2019 e fevereiro de 2020.

Os suspeitos possuem entre 18 e 20 anos, e já contam com passagens pela polícia.

Conforme a PCPR, os crimes foram praticados, em sua maioria, contra a mesma rede de lojas em diferentes regiões da cidade

PCPR

(Foto: ilustrativa Polícia Civil do Paraná)

A princípio, segundo as investigações, o foco da quadrilha era roubar aparelhos celulares sempre da mesma maneira: com agressividade, armas de fogo, e ameaças a funcionários e clientes presentes nos estabelecimentos, revistando inclusive compradores que estivessem nos estabelecimentos.