Notícias

Rodovia de Integração do Sul: Bovespa faz leilão de 473 quilômetros

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

1 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 1 de novembro de 2018 - 00:00

A previsão é que quatro empresas e um consórcio estarão na disputa pelo trecho de 473,4 quilômetros (Foto: Pixabay)

A concessionária que vencer o leilão deverá investir R$ 7,8 bilhões no trecho rodoviário; a concessão é por 30 anos

O governo federal faz hoje (1º) o leilão da Rodovia de Integração do Sul a partir das 10h, na sede da Bolsa de Valores (B3), em São Paulo. A concessão é por 30 anos e a previsão é que quatro empresas e um consórcio estarão na disputa pelo trecho de 473,4 quilômetros (km).

Investimento de R$ 7 bilhões

A concessionária que vencer o leilão deverá investir R$ 7,8 bilhões no trecho rodoviário. Os grupos que ofertarem deságios maiores (acima de 10%), ou seja, abaixo de R$ 6,516, terão que apresentar um capital social adicional.

Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o mecanismo garante propostas sustentáveis. Para esta nova rodada de concessão rodoviária, os editais foram publicados em português e em inglês.

O leilão de concessão da rodovia BR-101/290/386/448, do Rio Grande do Sul, conhecida como Rodovia de Integração do Sul (RIS), envolve 473,4 km, sendo 87,9 km na BR-101, 98,1 km, na BR-290, 21,6 km na BR-448 e 265,8 km na BR-386.

O empreendimento faz parte do Programa Avançar Parcerias (PPI) e, de acordo com o edital, a tarifa-teto definida para o leilão é de R$ 7,24 para cobrança bidirecional (nos dois sentidos da rodovia).

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.