Notícias

Retorno da linha Colombo-CIC dá início à reintegração de ônibus

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

16 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 16 de janeiro de 2017 - 00:00

Greca anuncia retorno da linha Colombo/CIC. Foto: Maurilio Cheli/SMCS

Nesta segunda-feira, Greca anunciou novidades no transporte e recebimento de recursos para a Saúde

O prefeito Rafael Greca (PMN) se reuniu com o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), na manhã desta segunda-feira (16), para anunciar o retorno da integração do transporte coletivo de capital paranaense com a Região Metropolitana.

Segundo Greca, a linha de ônibus Colombo-CIC voltará a circular a partir da próxima segunda-feira (23), beneficiando mais de 30 mil passageiros de Curitiba que não precisarão pegar um segundo coletivo para chegar ao município vizinho.

Desde fevereiro de 2015, quando foi rompida a integração tarifária com a RMC, a linha passou a ser atendida pelo trajeto Maracanã/Cabral, com ponto final no Terminal Cabral, onde os passageiros precisavam trocar de ônibus para continuar o trajeto.

Os horários da linha Colombo-CIC foram reprogramados e podem ser consultados no site da Urbs.

“Até junho termos outros estudos para que Curitiba volte a ter a integração de transporte que durou 20 anos.”, disse Greca. A volta da linha foi um compromisso assumido por ele na campanha eleitoral.

Greca e Richa também assinaram um protocolo de intenções para estudos técnicos de implantação do Novo Sistema Metropolitano Integrado de Passageiros.

O estudo será desenvolvido pela Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) e Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), que buscarão envolvimento dos demais municípios que integram a RMC. O trabalho deverá durar seis meses para que os técnicos façam cálculos e orientações necessários e, assim, seja possível expandir a reintegração.  

Melhorias na Saúde Pública

A reunião, realizada no o Salão Brasil da Prefeitura de Curitiba, também contou com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros que entregou cinco ambulâncias à Curitiba. Greca também comunicou o recebimento R$ 18 milhões para aplicação em consultas, exames e internações em hospitais conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS) e uma sexta unidade de atendimento móvel, que assim como o dinheiro, foi oferecida pelo governo do Estado.

“Estou feliz por ver seis ambulâncias novas estacionadas na Prefeitura e saber que nenhuma é para mim”, brincou o prefeito, referindo-se ao seu estado de saúde. Ele esteve internado até a semana passada, mas já retomou o trabalho. “O que importa é que vamos reerguer a Saúde”, disse.

Também participaram do evento a vice-governadora Cida Borghetti, o vice-prefeito Eduardo Pimentel, os secretários estadual e municipal da Saúde, Michele Caputo Neto e João Carlos Baracho.  Além do presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Serginho do Posto; o deputado estadual Doutor Batista; os deputados federais Luciano Ducci, Christiane Yared, Luiz Nihimori e Hidekazu Takayma.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.