Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

10 de setembro de 2019 - 00:00

Atualizado em 10 de setembro de 2019 - 00:00

Notícias

Restaurante de Curitiba brinda indústria paranaense com rótulo exclusivo

Terrazza 40 e dois rótulos exclusivos com origem 100% do Paraná; conheça!

Restaurante de Curitiba brinda indústria paranaense com rótulo exclusivo

As apostas do mercado gastronômico em produtos personalizados não param de crescer no estado do Paraná. Tendo isso em vista, um restaurante de Curitiba resolveu apostar as fichas e brindar o estado com um produto 100% paranaense.

Os dados do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) comprovam que o consumo de vinhos e espumantes no Brasil cresceu mais de 160%. Desses 160%, boa parte da produção industrial está no Paraná, o que certamente vem incentivando o investimento local ainda mais personalizado e exclusivo no setor dos espumantes.

De Curitiba para o mundo

Além disso, conforme o Ibravin, os espumantes brasileiros conquistaram quase 1,7 mil medalhas só nos últimos dez anos.

No Paraná, por exemplo, a indústria Família Zanlorenzi já coleciona cerca de 60 medalhas no setor dos vinhos e espumantes, o que aponta a forte representatividade que o estado vem conquistando no Brasil e mundo afora: tim tim, Paraná!

brinde espumantes

Espumantes brasileiros conquistaram quase 1,7 mil medalhas só nos últimos dez anos. (Foto: Pixabay)

Para Giorgio Zanlorenzi, vice-presidente do Sindicato da Indústria de Cerveja de Alta e Baixa Fermentação, da Cerveja e de Bebidas em Geral, do Vinho e Águas Minerais do Estado do Paraná (Sindibebidas), o estado tem hoje espumantes cada vez mais qualificados.

“Temos a [vinícola] Fardo, a Franco Italiano, a Cave Colinas de Pedra, a Zanlorenzi, a Rh, a Araucária, todas com espumantes de altíssima qualidade e com várias premiações”, ressalta.

Para ele, a qualidade dos produtos somada aos esforços dos industriais do setor fazem com que os produtos do Paraná comecem a ganhar espaço e notoriedade: “o espumante paranaense vai se consolidando no setor e começa a aparecer no mapa da vitivinícola do Brasil”, acrescenta. 

E os números comprovam. O Paraná já responde por quase 10% de tudo que é produzido no país, com quase 1,5 milhão de litros da bebida por ano. 

Um orgulho!

Restaurante de Curitiba cria espumante com rótulo personalizado

O restaurante de Curitiba Terrazza 40 é um grande nome no setor gastronômico local, e certamente vem acompanhando a crescente expansão dos números dos espumantes paranaenses. Para bons entendedores, uma garrafa bem trabalhada e exclusiva bastam.

Terrazza 40

Em um dos pontos mais altos da capital paranaense, na cobertura do edifício Champagnat Tower, uma tendência nasceu a 1.050 metros acima do nível do mar: os espumantes SkyCuritiba, marca que pertence ao já conhecido Terrazza 40, um restaurante que contempla um observatório panorâmico que enche os olhos de turistas e curitibanos. 

SkyCuritiba

Em 2019, foram engarrafadas 600 unidades do espumante SkyCuritiba, do restaurante curitibano Terraza 40. (Foto: Renata Nicolli, editora do RIC Mais)

No mesmo edifício, três empreendimentos do mesmo grupo evidenciam a indústria de vinhos e espumantes paranaenses e brasileiros. 

No menu da Confeitaria Curitibana, do Terrazza 40 e do Bistrô Romântico, os clientes encontram pelo menos 98 rótulos nacionais dos 320 disponíveis.

De acordo com Marcelo Stebner Campos, sócio-proprietário dos empreendimentos, a venda de espumantes e vinhos brasileiros já somam 40% no restaurante. 

Dessa maneira, para continuar incentivando o consumo de rótulos brasileiros, a carta de vinhos do local resolveu criar dois espumantes personalizados: a Cuvée Terrazza na versão extra-brut e vintage.

O projeto de ter rótulos próprios que representassem o Paraná começou em 2017 com a seleção de vinícolas parceiras. O objetivo é de que até final de 2020 a casa tenha um total de oito rótulos: três espumantes, três tintos, um branco e um rosé.

Para dar cor, sabor e personalização, o primeiro parceiro do SkyCuritiba foi a Vinícola RH, localizada em Mariópolis, no sudoeste do Paraná. Em 2019, conforme Marcelo, serão engarrafadas 600 unidades.

SkyCuritiba

Para presentear: garrafas vem em caixas individuais de madeira e são vendidas a R$ 124. (Foto: Renata Nicolli, editora do RIC Mais)

O primeiro espumante, a Cuvée Terrazza Extra-Brut, é mais jovem e tem acidez na medida.

Já o segundo rótulo, a Cuvée Terrazza Vintage, é um Blanc-de-Blanc produzida somente com uvas Chardonnay da Safra 2013, feito no método tradicional.

Conforme Marcelo, que além de sócio-proprietário dos estabelecimentos é sommelier, o espumante ficou 60 meses em contato com a leveduras até ser feito o degorgement, em março de 2019.

“É um vinho com grande frescor e acidez em boca,com notas de castanhas e amêndoas provenientes do longo tempo de guarda”.

Marcelo Stebner Campos

Marcelo Stebner Campos, sócio-proprietário do Terrazza 40, Confeitaria Curitibana e Bistrô Romântico. (Foto: Renata Nicolli, editora do RIC Mais)

Para os clientes que forem até o espaço e quiserem levar os espumantes pra casa, as garrafas vem em caixas individuais de madeira e são vendidas a R$ 124.

Para Marcelo, a indústria de espumantes paranaenses vai ser muito forte com o decorrer do tempo. “Estão sendo feitos muitos testes com plantios de uvas em muitas regiões do Paraná, pra gente encontrar a tipicidade ideal, pra gente ter um produto característico local. […]. É um estado jovem ainda nessa característica do plantio de vinhos finos, comparado com outras regiões do Brasil, porém já tem apresentado esse potencial e até mesmo prêmios. A indústria de vinhos do Paraná tende a crescer, muito provavelmente vão aparecer novos produtores, novas pequenas produções, pessoas plantando uvas e comercializando para as atuais vinícolas que, provavelmente, vão gerar produtos interessantes para a gente competir mesmo no nível Brasil”, explica o sommelier. 

Veja a entrevista completa com Marcelo Stebner Campos!