Esportes

Renan diz que Brasil soube equilibrar cautela e riscos para vencer a França no vôlei

Gazeta
Gazeta Esportiva

1 de agosto de 2021 - 02:34 - Atualizado em 1 de agosto de 2021 - 03:00

Neste domingo, o Brasil derrotou a França por 3 sets a 2 no último jogo pela fase de grupos do vôlei masculino em Tóquio. A equipe comandada por Renan dal Zotto teve altos e baixos na partida, porém foi mais regular que o adversário e garantiu, pelo menos, a segunda colocação de sua chave.

Após o jogo, o técnico exaltou o equilíbrio demonstrado pelo time brasileiro, destacando a importância do confronto que a equipe terá nas quartas de final.

“Fomos resilientes o suficiente para não desistir nunca. O jogo poderia ter sido vencido por qualquer uma das duas equipes, mas o Brasil teve lucidez e cautela no momento mais decisivo. Até certo ponto, arriscou um pouco mais para trazer esse resultado positivo”, disse o treinador à TV Globo.

“Era muito importante pela classificação, a gente acaba a primeira fase em segundo. Agora, é sorteio. Em Jogos Olímpicos, você não pode ficar escolhendo. Tenho certeza que será o jogo mais importante do nosso quadriênio”, completou.

Na realidade, o Brasil ainda tem uma remota chance de terminar a fase de grupos na liderança. Para isso, no entanto, a lanterna Tunísia precisa derrotar o forte time do Comitê Olímpico Russo.

“Eu estou bem, cansado, claro, mas como qualquer um que ficasse em pé ali. Sairia destruído num jogo como esse. A partida foi de um equilíbrio impressionante, a pontuação foi lá em cima. Jogo jogado bola por bola. É impressionante a qualidade técnica do time da França, de defesa, mas o nosso sistema de defesa também funcionou muito bem. Até o segundo set nosso contra-ataque não estava legal, depois ajustou”, analisou Renan.

“A gente fica feliz porque acabar a primeira fase com vitória é muito importante porque há uma demonstração de crescimento do grupo. Começou os Jogos Olímpicos com dificuldade e foi crescendo e vencendo as dificuldades. Falando, agora, como torcedor, fazia tempo que eu não via um jogo tão equilibrado, com tantas grandes jogadas e longos ralis”, finalizou.