Internacionais

Reino Unido, França e Alemanha responsabilizam Irã por ataque na Arábia Saudita

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

24 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 24 de setembro de 2019 - 00:00

Os chefes de Estado do Reino Unido, da França e da Alemanha declararam, em comunicado, que acreditam que o Irã seja o responsável pelos ataques a instalações petrolíferas na Arábia Saudita no último dia 14.

No texto, publicado na segunda-feira, os governantes reforçam seu apoio ao acordo nuclear de 2015, do qual os Estados Unidos saíram no ano passado, e defendem a renegociação dos termos. Eles também se comprometeram a agir para amenizar tensões no Oriente Médio e alertaram ao país persa que desista de “optar pela provocação e escalada”.

O Irã continua a negar as acusações de autoria do atentado. O ministro de Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, declarou ontem que este tipo de ação seria “uma estupidez” e que “se o Irã estivesse por trás do ataque, nada teria sobrado da refinaria”. Além disso, Zarif disse que os rebeldes Houthis, do Iêmen, que assumiram o ataque, teriam “todos os motivos para retaliar” às investidas sauditas em seu país.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.