Notícias

Recém-nascidos são encontrados dentro de saco de lixo no PR e em SP

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 27 de fevereiro de 2017 - 00:00

Alex aponta o local onde encontrou a recém-nascida em Paranavaí (Foto: Reprodução)

Em São Paulo, o bebê abandonado boiava no lago do Parque Ibirapuera

Na madrugada desta segunda-feira (27), Alex Sandro Souza dos Santos, de 24 anos, encontrou uma menina recém-nascida dentro de um saco de lixo no Conjunto Habitacional Helio Lopes, em Paranavaí (PR).

Alex disse ter visto o saco de lixo se mexendo e depois ouvido o choro de um bebê. Encontrou, então, a menina dentro do saco. Isso foi na frente da sua casa.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou a criança para a Santa Casa de Paranavaí. De acordo com o hospital, a criança passa bem, e a equipe aguarda a chegada da assistência social para resolver a situação da recém-nascida.

Bebê no lago

Também nesta segunda-feira, outro caso de abandono aconteceu em São Paulo capital. Por lá, guardas-civis metropolitanos encontraram, por volta das 9h, um saco de lixo com um bebê boiando no lago do Parque do Ibirapuera, na zona sul da cidade.

Era uma menina, que, disseram os guardas, ainda estava com o cordão umbilical preso à barriga. O corpo foi resgatado pelos Bombeiros e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com a Guarda Civil Metropolitana (GCM), que tem uma base fixa no parque, a sacola estava na parte do lago que fica próxima à Avenida Pedro Álvares Cabral, na altura do Monumento às Bandeiras. Em função da localização, o saco pode até ter sido jogado da rua, já que neste ponto não existem grades separando a calçada do lago.

O caso será investigado pelo 27º DP (Campo Belo).

Leia mais
Grávida com morte cerebral dá à luz gêmeos após 123 dias internada
Equipe que cuidou dos gêmeos de Frankielen detalha o período de gestação

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.