Internacionais

Rebeldes do Iêmen dizem ter matado ou ferido 500 soldados da Arábia Saudita

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

30 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 30 de setembro de 2019 - 00:00

Rebeldes houthis do Iêmen, que são apoiados pelo Irã, disseram neste domingo, 29, ter matado ou ferido 500 soldados da Arábia Saudita e capturado outros 2 mil militares, entre eles muitos oficiais. Para corroborar a história, eles divulgaram imagens de vídeo que mostram centenas de soldados presos e veículos blindados destruídos.

A ação teria ocorrido na fronteira entre Iêmen e Arábia Saudita. Se comprovada, seria a maior operação dos rebeldes contra os sauditas desde o início da guerra civil iemenita. O Exército saudita não emitiu nenhum comunicado sobre o assunto. O governo do Iêmen, que luta contra os houthis, classificou a ação de “fantasiosa”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.