Notícias

Randolfe anuncia já ter mínimo de assinaturas para prorrogar CPI da Covid

Reuters
Reuters
Randolfe anuncia já ter mínimo de assinaturas para prorrogar CPI da Covid
Senador Randolfe Rodrigues participa de reunião da CPI da Covid

29 de junho de 2021 - 11:05 - Atualizado em 29 de junho de 2021 - 11:06

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – O vice-presidente da CPI da Covid do Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou nesta terça-feira já ter alcançado o número mínimo para prorrogar por mais de 90 dias os trabalhos da comissão de inquérito.

“ATENÇÃO! Já temos as assinaturas necessárias para prorrogar a CPI da Pandemia no Senado”, disse ele, no Twitter.

Assim que encerrar a fase da coleta, as assinaturas terão de ser encaminhadas ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que fará a leitura do pedido de prorrogação dos trabalhos.

A comissão, que encerraria seu trabalhos no dia 7 de agosto, deverá funcionar até novembro no momento em que a investigação parlamentar avança sobre suspeitas envolvendo o governo do presidente Jair Bolsonaro.

A CPI colocou Bolsonaro no foco das apurações após as suspeitas de irregularidades no contrato para a compra, no valor de 1,6 bilhão de reais, de doses da vacina indiana contra Covid-19 Covaxin.

O deputado Luís Miranda (DEM-DF) e o irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luís Ricardo Miranda, afirmaram, em depoimento à CPI na sexta-feira passada, terem alertado o presidente sobre suspeitas na contratação da Covaxin.

O presidente e a Precisa Medicamentos, que representa a Bharat Biotech, negam irregularidades.

Após os depoimentos dos irmãos Miranda, Randolfe e outros dois senadores apresentaram ao Supremo Tribunal Federal uma notícia-crime por prevaricação contra Bolsonaro.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5S0V4-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.