Notícias

Putin tenta dar impulso pré-eleitoral a partido com promessas de gastos

Reuters
Reuters

19 de junho de 2021 - 12:21 - Atualizado em 19 de junho de 2021 - 12:21

MOSCOU (Reuters) – O presidente Vladimir Putin procurou, neste sábado, dar ao partido governante russo um impulso pré-eleitoral, ao prometer gastar muito em infraestrutura, educação e saúde.

Putin também anunciou que seus aliados principais, os ministros da Defesa e de Relações Exteriores, liderariam a campanha pelo partido governante Rússia Unida para as eleições parlamentares de setembro.

O crítico doméstico mais proeminente de Putin, Alexei Navalny, que está preso, e seus aliados, foram barrados das eleições após serem declarados “extremistas”.

Em fala no congresso do seu partido, Putin elogiou o Rússia Unida por sua “capacidade de renovar e se desenvolver constantemente”.

Putin propôs o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e o alto diplomata Sergei Lavrov, para encabeçar a lista de candidatos do partido nas eleições.

“Tenho certeza de que o Rússia Unida estabelece o maior desafio para si mesmo, que é confirmar sua posição de liderança e garantir a vitória nas eleições”, disse ele.

Putin não nomeou Dmitry Medvedev, o líder do partido, ex-presidente e primeiro-ministro, entre os principais candidatos. Pesquisas de opinião mostram Medvedev com índice de popularidade baixo.

(Reportagem de Vladimir Soldatkin and Andrew Osborn)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.