Notícias

Putin diz que Lukashenko deveria iniciar diálogo com oposição bielorrussa

Reuters
Reuters
Putin diz que Lukashenko deveria iniciar diálogo com oposição bielorrussa
Putin e Lukashenko concedem entrevista coletiva em setembro, em Moscou

18 de novembro de 2021 - 13:44 - Atualizado em 18 de novembro de 2021 - 13:46

MOSCOU (Reuters) – O presidente russo, Vladimir Putin, pediu nesta quinta-feira que o presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko, inicie um diálogo com seus oponentes, que rapidamente condicionaram essa possibilidade a Lukashenko libertar os presos políticos antes.

Putin ajudou Lukashenko a enfrentar protestos de rua em massa após uma eleição contestada no ano passado e também apoiou Belarus em um impasse com a União Europeia por causa de milhares de imigrantes localizados fronteiras orientais da UE.

Mas os dois líderes vêm tendo um relacionamento difícil ao longo dos anos, apesar de Lukashenko se apoiar em suprimentos e empréstimos de energia russos baratos para sustentar seu governo.

“Sabemos que a situação em Belarus se acalmou, dentro do país, mas ainda há problemas, estamos perfeitamente cientes disso”, disse Putin em um discurso para autoridades de política externa em Moscou.

“E, claro, apelamos ao diálogo entre as autoridades e a oposição. Mas, por sua vez, a Rússia certamente continuará sua abordagem de fortalecer os laços e aprofundar o processo de integração com Belarus.”

Não ficou claro com quais figuras da oposição Putin estava encorajando Lukashenko a conversar. O líder bielorrusso desencadeou uma violenta repressão às manifestações de rua depois de declarar vitória na eleição de agosto de 2020, prendendo figuras da oposição ou levando-as ao exílio.

“Supostamente, Putin acabou de chamar (Lukashenko) para iniciar o diálogo com a oposição”, disse Franak Viacorka, um conselheiro sênior da líder oposicionista exilada Sviatlana Tsikhanouskaya, que concorreu contra Lukashenko na eleição.

“No entanto, antes que esse diálogo aconteça, devemos garantir que ele não aconteça na prisão. Todos os presos políticos devem ser libertados como uma precondição e a violência deve acabar.”

(Reportagem de Vladimir Soldatkin)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAH0Y6-BASEIMAGE