Notícias

Projeto social do Pinheirinho pede ajuda para continuar a atender pessoas necessitadas

Lucas
Lucas Sarzi
Projeto social do Pinheirinho pede ajuda para continuar a atender pessoas necessitadas
Foto: Lucas Sarzi/RIC Record TV Curitiba.

25 de junho de 2020 - 01:18 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:39

Quando ajudamos alguém, este ato de solidariedade pode formar uma grande corrente do bem. É isso que o Magia Solidária, um projeto social do Pinheirinho, em Curitiba, tem feito há quase 30 anos. Mas o grupo precisa de ajuda para continuar nessa missão. Ainda mais agora durante a pandemia do novo coronavírus.

Desde 1993, o projeto social Magia Solidária tem ajudado a mudar a vida de diversas pessoas na capital e até na Região Metropolitana. Com ações mensais, e no Natal, o grupo busca, cada vez mais, o apoio de quem pode contribuir, para que eles continuem a atender quem precisa.

“É um projeto que procura pessoas do bem, para fazer o bem. A semente da solidariedade ou está dentro de você ou não está. Temos, graças a Deus, esse poder de ser ponte de ligação entre as pessoas que querem ajudar e as pessoas que precisam dessa ajuda“.

Adelson Pereira, presidente do Magia Solidária.
Foto: Aquivo Pessoal.

O projeto já fez várias ações, ajudando com alimentos e doações, mas também reunindo centenas de crianças para celebrar o Natal, por exemplo. Agora, durante a pandemia, os organizadores estão lutando para ir um pouco além.

“Hoje, em virtude da pandemia, estamos atendendo pessoas, famílias, que clamam por coisas básicas. O clamor está em todos os lugares”.

Adelson Pereira, presidente do Magia Solidária.

Durante a pandemia, o grupo percebeu o quanto existem pessoas que estão, sim, passando fome. E que podem estar muito mais perto do que nós imaginamos. “É um momento triste, em que as pessoas estão desamparadas de tudo. É um momento em que as pessoas não sabem nem a quem procurar“.

“A necessidade, muitas vezes, não está dentro da favela. Quem pode estar passando necessidade hoje é o seu vizinho, que antes tinha um emprego, mas hoje está desempregado e tem vergonha de pedir ajuda. Temos que ter essa sensibilidade“.

Adelson Pereira, presidente do Magia Solidária.

Para continuar nessa missão de espalhar a magia da solidariedade, o projeto precisa de doações. “Precisamos de alimentos básicos, material de higiene pessoal e material de limpeza. Às vezes o pouco que a pessoa doe, pode ser muito para quem está passando dificuldade“, disse Daiane Chefer, secretária do grupo.

projeto-magia-solidaria-pinheirinho-curitiba
Foto: Lucas Sarzi/RIC Record TV Curitiba.

Além das ações solidárias, o grupo também atua de outras formas, abraçando causas e encurtando caminhos. Fora as doações, o Magia Solidária precisa de um outro tipo de entrega: a participação de voluntários.

“Como dizia Madre Tereza de Calcutá: as mãos que ajudam são mais sagradas que os lábios que rezam“.

Adelson Pereira, presidente do Magia Solidária.

Além da doação de mantimentos, da roupa, em dinheiro, o grupo precisa de gente. “Estar presente e sentir vibrar o coração da pessoa que recebe a doação não tem preço. Seja um voluntário, venha participar conosco“, pede Adelson.

Além da doação de alimentos e produtos de higiene, que pode ser feita através do telefone (41) 99639-0501, com o Adelson, o pessoal do projeto Magia Solidária criou também uma vaquinha online. Para doar é só acessar o site clicando aqui.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.