Notícias

Projeto Escola sem Partido é rejeitado por 27 votos a 21

Mirian
Mirian Villa

17 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 17 de setembro de 2019 - 00:00

Na tarde desta segunda-feira (16), após uma sessão bastante tumultuada, o projeto ‘Escola sem Partido’ foi rejeito por 27 votos a 21 na Assembléia Legislativa do Paraná. A sessão durou mais de quatro horas e foram ouvidos, pelo menos, 16 discursos.

Após sessão tumultuada, projeto Escola sem Partido é rejeitado

De autoria do deputado Ricardo Arruda (PSL), a proposta trazia como princípios vedar a prática de doutrinação política e ideológica em sala de aula, assim como a realização de atividades de cunho moral ou religioso.

O projeto ‘Escola sem Partido’ havia entrado na pauta em maio, mas sua votação foi adiada para setembro. Durante o recesso, a Ordem dos Advogados do Brasil – Paraná (OAB-PR) havia se manifestado contrariamente ao projeto, reforçando o posicionamento adotado pelo Ministério Público (MP-PR).

O líder da Oposição, deputado Tadeu Veneri (PT), subiu às tribunas para encaminhar contrário à proposta e ressaltar que o projeto Escola sem Partido era completamente inconstitucional. “Nós não podemos legislar sobre o sistema educacional. Não compete à Assembleia dizer como, quando ou de que forma serão feitos e elaborados os planos educacionais. Felizmente não compete aos deputados estaduais fazerem isso, porque seria uma pressão muito grande aos parlamentos estaduais. Quem faz isso é o Governo do Estado, o Poder Executivo e sua Secretaria de Estado da Educação”, explicou Veneri.

Após a derrota em plenário, Ricardo Arruda voltou a defender que o projeto é totalmente constitucional e que atende os anseios da maioria dos paranaenses. “O projeto atende à Constituição e protege as crianças e as famílias de bem. O projeto não proibia o professor de dar aulas, mas determinava sim o fim da doutrinação ideológicas nas salas de aula. Infelizmente foi rejeitado, mas eu fico tranquilo porque o Governo Federal, por meio do presidente Jair Bolsonaro, vai aprovar o projeto Escola Sem Partido em todo o país. Eu queria que o Paraná fosse o estado pioneiro neste tipo de legislação”, disse Arruda.

Confira lista de parlamentares que votaram contra o projeto!

  • ALEXANDRE CURI
  • ANIVELLI NETO
  • ARILSON CHIORATO
  • COBRA REPÓRTER
  • CRISTINA SILVESTRI
  • DOUGLAS FABRÍCIO
  • DR. BATISTA
  • EVANDRO ARAÚJO
  • FRANCISCO BUHRER
  • GALO
  • GILBERTO RIBEIRO
  • GOURA
  • JONAS GUIMARÃES
  • LUCIANA RAFAGNIN
  • LUIZ CLAUDIO ROMANELLI
  • MABEL CANTO
  • MARCEL MICHELETTO
  • MARCIO PACHECO
  • MAURO MORAES
  • MICHELE CAPUTO
  • NELSON JUSTUS
  • NELSON LUERSEN
  • PAULO LITRO
  • PROFESSOR LEMOS
  • REICHEMBACH
  • REQUIÃO FILHO
  • TADEU VENERI

Veja a lista de parlamentares que votaram a favor do projeto Escola sem Partido!

  • ALEXANDRE AMARO
  • ARTAGÃO JUNIOR
  • BOCA ABERTA JUNIOR
  • CANTORA MARA LIMA
  • CORONEL LEE
  • DEL. FERNANDO MARTINS
  • DELEGADO FRANCISCHINI
  • DELEGADO JACAVÓS
  • DELEGADO RECALCATTI
  • DO CARMO
  • EMERSON BACIL
  • GILSON DE SOUZA
  • HOMERO MARQUESE
  • LUIZ FERNANDO GUERRA
  • PLAUTO MIRÓ
  • RICARDO ARRUDA
  • RODRIGO ESTACHO
  • SOLDADO ADRIANO JOSÉ
  • SOLDADO FRUET
  • SUBTENENTE EVERTON
  • TIAGO AMARAL